Início » Economia » Internacional » Mais de 40 empresas trocam o Reino Unido pela Holanda
REFLEXOS DO BREXIT

Mais de 40 empresas trocam o Reino Unido pela Holanda

Agência holandesa anuncia que 42 empresas levaram suas sedes para o país por conta de incertezas em relação ao Brexit. Governo holandês celebra a tendência

Mais de 40 empresas trocam o Reino Unido pela Holanda
Empresas que migraram atuam, principalmente, nos setores de finanças, mídia e saúde (Foto: MaxPixel)

Mais de 40 empresas trocaram o Reino Unido pela Holanda devido às incertezas que pairam sobre o Brexit, o acordo de saída da União Europeia, previsto para ser concluído pelo governo britânico em maio deste ano.

A informação foi divulgada em um comunicado da Agência de Investimento Estrangeiro na Holanda (NFIA, na sigla em inglês), órgão subordinado ao Ministério dos Assuntos Econômicos holandês. “Em 2018, a rede Invest in Holland [Investir na Holanda] trouxe 42 empresas para a Holanda por causa do Brexit”, anunciou a NFIA.

Juntas, as empresas representam 1.923 postos de trabalho e pelo menos 291 milhões de euros em investimentos para a Holanda, segundo a NFIA. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) também deixará Londres para se estabelecer em Amsterdã.

O ministro holandês dos Assuntos Econômicos, Eric Wiebes, que foi citado no comunicado da NFIA, celebrou a mudança e destacou “a importância do bom clima comercial” na Holanda, “graças à incerteza internacional crescente com o Brexit”.

Outra que comemorou a tendência foi a ministra holandesa do Comércio Exterior e da Cooperação para o Desenvolvimento, Sigrid Kaag. “O Brexit iminente e as tensões sobre o comércio internacional oferecem oportunidades às empresas holandesas”, declarou a ministra.

Entre as empresas que trocaram o Reino Unido pela Holanda em 2018 estão as financeiras internacionais MarketAxess e Azimo, e a seguradora marítima UK P&I. O banco de investimento japonês Norinchukin e o grupo de mídia britânico TVT Media também anunciaram a expansão de seus escritórios na Holanda devido ao Brexit. Outras empresas, como o grupo Discovery e a agência Bloomberg, já anunciaram que pretendem realizar a migração neste ano.

Em janeiro, a NFIA informou que pelo menos 250 empresas estrangeiras querem levar suas atividades para a Holanda ainda este ano. Além de empresas britânicas, empresas americanas e asiáticas também “estão repensando sua estrutura europeia atual por causa das incertezas do Brexit”, disse a NFIA. Tais empresas atuam, principalmente, nos setores de finanças, mídia e saúde, segundo a agência.

Fontes:
AFP-Mais de 40 empresas mudaram sua sede para Holanda em 2018 pelo Brexit

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Carlos U Pozzobon disse:

    Somando tudo, a contabilidade do Brexit vai deixar a Inglaterra no prejuízo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *