Início » Economia » Internacional » Manifestantes incendeiam tribunal em protesto contra Evo Morales
BOLÍVIA

Manifestantes incendeiam tribunal em protesto contra Evo Morales

Sede do Tribunal Eleitoral de Santa Cruz, na Bolívia, foi atacada em protesto contra a candidatura de Evo Morales para um quarto mandato presidencial

Manifestantes incendeiam tribunal em protesto contra Evo Morales
Ato coincidiu com o fim do prazo para a impugnação de candidaturas na Justiça (Foto: Twitter/Gemma Candela)

Manifestantes contra a candidatura de Evo Morales para um quarto mandato presidencial na Bolívia incendiaram, nesta terça-feira, 11, a sede do Tribunal Eleitoral de Santa Cruz, segundo informações das autoridades.

O grupo, composto em sua maioria por estudantes da Universidade Estatal de Santa Cruz, fez o uso de coquetel molotov no ataque. O vice-ministro do Interior, José Luis Quiroga, condenou o ataque e classificou o protesto como uma “jornada de violência planejada para tentar destruir o que representa a democracia na Bolívia”.

Além do tribunal, os manifestantes destruíram um escritório de uma das empresas estatais de telecomunicações e uma repartição do Serviço de Registro Civil. Ambos os órgãos funcionavam próximo ao tribunal.

Os ataques foram feitos no mesmo período em que se encerrou o prazo para a impugnação dos candidatos às eleições de 2019 pela Justiça Eleitoral boliviana, o que sacramentou a presença de Evo Morales na disputa.

Em 2016, Morales submeteu a referendo sua candidatura para um quarto mandato. Derrotado, ele obteve êxito em relação à proposta no final do ano passado, quando o Tribunal Constitucional autorizou sua candidatura para o período 2020-2025, sob o argumento de que se candidatar é um direito humano.

 

Leia também: TSE da Bolívia autoriza Evo Morales a disputar o 4º mandato

Fontes:
G1-Protesto contra Evo Morales incendia Tribunal Eleitoral na Bolívia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *