Início » Internacional » Monstro do Lago Ness pode ser enguia gigante
ESTUDO

Monstro do Lago Ness pode ser enguia gigante

Teoria veio à tona após um estudo encontrar DNA de enguia em quase todas as amostras de água coletadas no lago

Monstro do Lago Ness pode ser enguia gigante
A lenda do monstro do Lago Ness data de cerca de 1.500 anos atrás (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Cientistas que examinam o Lago Ness dizem que podem ter encontrado a chave para o mistério secular de saber se um monstro gigante realmente se esconde dentro de suas profundezas escuras das águas.

Cerca de 250 amostras de água foram coletadas por uma equipe da Nova Zelândia durante o estudo mais extenso já realizado sobre o maior lago de água doce do Reino Unido. As análises subsequentes não revelaram evidências de tubarão, peixe-gato gigante ou relíquia viva de uma era pré-histórica – mas concluíram que pode realmente haver algo lá.

O DNA de enguia nas amostras era tão abundante na água que levou à conclusão de que espécimes gigantes poderiam morar nas profundezas do lago, e ao subir à superfície podem ter sido confundidas com o monstro mítico.

O trabalho foi realizado pelo geneticista Neil Gemmell, professor da Universidade de Otago, na Nova Zelândia. Ele disse: “Existe uma quantidade muito significativa de DNA de enguia. As enguias são muito abundantes no Lago Ness, com o DNA das enguias encontrado em praticamente todas as amostradas. Existem muitas delas”.

“Nossos dados não revelam seu tamanho, mas a grande quantidade de material diz que não podemos descartar a possibilidade de que haja enguias gigantes. Portanto, não podemos descartar a possibilidade de que o que as pessoas veem e acreditam ser o monstro do Lago Ness possa ser uma enguia gigante”.

Teorias passadas sobre o que o monstro pode ser incluem focas, tubarões, peixe-gato, esturjão ou espécies pré-históricas há muito extintas, como o plesiossauro.

“Os mergulhadores alegaram que viram enguias tão grossas quanto suas pernas no lago; seja exagero ou não – não sei – existe a possibilidade de que haja enguias muito grandes presentes no lago”. diz Gemmell.

A lenda do monstro do Lago Ness data de cerca de 1.500 anos atrás, com a primeira aparição aparente de uma “besta d’água” irreconhecível no rio Ness registrada em 565.

“Se eles são tão grandes quanto cerca de 4m, como sugerem alguns desses avistamentos, bem, como geneticista, penso muito em mutações e variações naturais, e embora uma enguia tão grande esteja bem fora da faixa normal, não é impossível que algo pode crescer para um tamanho tão incomum”, explica Gemmell.

Ele acrescentou: “É necessária uma investigação mais aprofundada para confirmar ou refutar a teoria; portanto, com base em nossos dados, as enguias gigantes continuam sendo uma ideia plausível”.

Fontes:
Independent-Loch Ness monster could be giant eel, most extensive study of lake ever undertaken suggests

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *