Início » Brasil » Moro sugeriu ação contra defesa de Lula, diz site
THE INTERCEPT

Moro sugeriu ação contra defesa de Lula, diz site

Em mensagens a procuradores, ex-juiz dá orientações sobre nota à imprensa para rebater a defesa de Lula no caso triplex, pelo qual o ex-presidente foi preso

Moro sugeriu ação contra defesa de Lula, diz site
Novas mensagens contradizem declaração de Moro em relação aos vazamentos (Foto: Marcello Casal/ABr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O site “The Intercept” divulgou na noite da última sexta-feira, 14, novas mensagens atribuídas ao atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, nas quais ele aparece orientando procuradores do Ministério Público Federal (MPF) sobre como rebater a defesa de Lula em relação ao caso triplex – pelo qual o ex-presidente foi preso.

As mensagens foram trocadas pouco após o depoimento de Lula a Moro, na época juiz federal responsável por julgar os processos da Operação Lava Jato. O depoimento ocorreu no dia 10 de maio e é considerado um dos pontos mais marcantes da operação.

Após ouvir Lula, Moro conversou com o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima sobre formas de rebater a defesa de Lula e orientou a formulação de uma nota do MPF à imprensa sobre o depoimento. As mensagens indicam ainda a intenção de balizar a narrativa da imprensa.

“Talvez vcs devessem amanhã editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele”, disse Moro, escrevendo em seguida: “Por que a defesa já fez o showzinho dela”.

Segundo revelou o “Intercept”, no dia seguinte, a nota foi divulgada pelos procuradores, seguindo as orientações de Moro e foi publicada nos principais veículos de comunicação do país justamente com o foco indicado pelo juiz nas mensagens: “contradições”.

As novas mensagens contradizem a recente declaração de Moro em relação aos vazamentos. O ministro vinha argumentando que a conversa com procuradores divulgada pelo site era “absolutamente normal” e que não havia direcionamento sobre a atuação dos procuradores.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Carlos U Pozzobon disse:

    Estranho, muito estranho este argumento de o Moro orientar o MPF. Se ele é o juiz, se o seu julgamento é soberano, por que cargas d’água haveria de se diminuir a tal ponto em que a legitimidade de seu ato dependeria do melhor desempenho dos procuradores? O máximo que se pode deduzir é que seu julgamento já estava formado. Mas por que não estaria se o espetáculo do Petrolão vinha causando escândalo seguido de escândalo em todas as mídias? Ou será que o The Intercept imagina que Moro não deveria ver TV, não deveria escutar rádio ou ler jornal? O que está se cobrando de Moro é o fato de ele não militar a favor do PT, o indesculpável motivo de ser independente frente a uma ideologia que sacraliza seus chefes.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *