Início » Brasil » MP considera Adélio Bispo semi-imputável
AGRESSOR DE BOLSONARO

MP considera Adélio Bispo semi-imputável

Após resultado de novo laudo, a condição mental e fator cognitivo do agressor poderão reduzir, ou, até mesmo, anular a pena estabelecida

MP considera Adélio Bispo semi-imputável
O agressor poderá ter a pena reduzida devido sua condição mental (Foto: Wikipédia)

O Ministério Público Federal em Juiz de Fora revelou que Adélio Bispo, autor da facada contra o então candidato à Presidência Jair Bolsonaro, é semi-imputável. Isso significa que o agressor poderá ser enquadrado criminalmente, mas com redução de pena devido aos transtornos mentais.

Na última terça-feira, 9, o procurador Marcelo Medina enviou a conclusão sobre a saúde mental de Bispo à Justiça Federal. O documento é mantido em sigilo.

Os laudos anteriores, realizados em fevereiro, relataram que o agressor tinha “transtorno delirante permanente paranoia”, o que poderia impedir que o agressor fosse condenado criminalmente. Este documento também revelou que Bispo, que está preso desde setembro do ano passado, afirmou que tentará matar Bolsonaro mais uma vez, pois não cumpriu sua missão.

Segundo o portal G1, sete laudos foram analisados. Investigadores, porém, afirmaram que os documentos apresentam divergências sobre o estado mental do agressor. A Justiça vai usar as conclusões da Promotoria como base para decidir sobre a pena de Adélio Bispo.

De acordo com a lei, o fator cognitivo e condição mental do agressor podem reduzir ou até mesmo anular a pena após a decisão do tribunal.

Em reta final, as defesas de Adélio e do presidente Jair Bolsonaro podem se pronunciar sobre as conclusões do Ministério Público Federal. Ainda não foi decidido se Adélio Bispo será punido criminalmente. A decisão está à cargo do juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal em Juiz de Fora.

Após a facada, Bolsonaro precisou realizar três cirurgias para a reparação e reconstrução intestinal. A última foi realizada em janeiro deste ano para retirar a bolsa de colostomia. Nesta quarta-feira, 10, o presidente passou por uma endoscopia para avaliação do sistema digestivo. Segundo a assessoria, o procedimento já estava programado e não apresentou nenhuma anormalidade.

Fontes:
G1-Para MP, autor de facada em Bolsonaro pode ser condenado, mas com pena menor

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *