Início » Economia » Internacional » Navio do século XVIII estava enterrado sob escombros do World Trade Center
Descoberta arqueológica

Navio do século XVIII estava enterrado sob escombros do World Trade Center

A embarcação foi encontrada há quatro anos, junto aos restos do World Trade Center. Sua origem está relacionada a outro evento chave da história americana

Navio do século XVIII estava enterrado sob escombros do World Trade Center
Casco do navio foi descoberto em 2010, nos escombros do World Trade Center (Reprodução/AP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Foi uma surpresa quando encontraram um navio datado do ano de 1773 debaixo dos destroços das Torres Gêmeas. O navio está ligado a dois eventos críticos da história dos Estados Unidos: o 11 de setembro de 2001 e à guerra de independência americana.

Na última semana, pesquisadores anunciaram que a embarcação desenterrada no local da construção do World Trade Center – no extremo sul de Manhattan – foi construída com madeira cortada, dois anos antes do início da guerra e três antes da assinatura da Declaração de Independência dos Estados Unidos.

Cientistas do centro de estudos Lamont-Doherty, da Universidade de Columbia, disseram à revista especializada Tree Ring Research que o carvalho branco utilizado na armação do barco provém de uma floresta na região da Filadélfia, o mesmo utilizado na construção do Independence Hall Filadélfia (Salão da Independência).

Os pesquisadores identificaram o navio provisoriamente como uma corveta projetada pelos holandeses para transportar passageiros e carga em águas rasas e pedregosas. Depois de navegar por duas ou três décadas, o barco foi propositadamente afundado no fundo do rio Hudson, servindo de “aterro” para ampliar o extremo sul de Manhattan.

Há quatro anos, uma peça de 9,7 metros do barco foi encontrada a cerca de seis metros de profundidade durante a construção de um estacionamento no novo One World Trade Center; parte do complexo que é reconstruído após os ataques terroristas do 11 de Setembro.

Os arqueólogos desmontaram o navio peça por peça e congelaram suas travessas para posterior estudo, na esperança de que se possa reconstruir o barco e exibi-lo. A uma curta distância foi encontrado também uma âncora de ferro de 45 quilos.

É o segundo navio é enterrado no fundo das águas, no extremo sul de Manhattan nas últimas quatro décadas. Os arqueólogos encontraram outro (de carga) do século XVIII, na Water Street  em 1982.

Fontes:
Clarín-Un barco del 1700, enterrado debajo del World Trade Center

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *