Início » Economia » Internacional » Novo primeiro-ministro do Iraque é acusado de barrar armas para curdos
novo governo, velhas rixas

Novo primeiro-ministro do Iraque é acusado de barrar armas para curdos

Vice-primeiro do Iraque, Rowsch Shaways, acusa o novo primeiro ministro do país, Haidar al-Abadi, de impedir o envio de armamento americano e europeu aos curdos

Novo primeiro-ministro do Iraque é acusado de barrar armas para curdos
Para Rowsch Shaways o avanço do Estado Islâmico se deve ao fato dos curdos não possuírem armamento pesado (Reprodução/internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O vice-primeiro ministro do Iraque, o curdo Rowsch Shaways, acusou o novo primeiro-ministro iraquiano, Haidar al-Abadi, de tentar impedir o envio de armamento americano e europeu aos curdos.

Leia mais: Curdos participarão de negociações para formar novo governo no Iraque

Um dos nomes mais importantes no gabinete iraquiano, Shaways afirmou que “os primeiros sinais do novo governo são negativos”. “Ainda não senti nenhuma diferença. Nada aconteceu ainda”, disse o vice, comparando o novo governo com o do ex-primeiro-ministro Nouri al-Maliki, que deixou o cargo em meio à criticas de que seu mandato acirrou as tensões étnicas do país.  “Na nossa visão, o novo governo deve aprender com os erros do anterior. Deve haver equilíbrio entre xiitas, sunitas e curdos”, disse Shaways.

Uma das principais críticas dos curdos ao governo de Maliki, que é do mesmo partido de Abadi, é a recusa de repassar para as forças curdas peshmergas parte das armas enviadas pelos Estados Unidos, bem como uma fração do orçamento de defesa.

Segundo Shaways, o avanço do Estado Islâmico se deve ao fato dos curdos não terem armamento pesado, diferentemente dos jihadistas, que se apropriaram das armas dos exércitos sírio e iraquiano. “E o governo iraquiano continua tentando manter os peshmergas fracos”, criticou Shaways.

Fontes:
O Estado de S. Paulo-Premiê do Iraque é acusado de barrar armas para curdos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *