Início » Vida » Comportamento » A obesidade pode ser um efeito colateral de deixar de fumar?
CIGARRO X OBESIDADE

A obesidade pode ser um efeito colateral de deixar de fumar?

Cientistas americanos conduziram experimentos que ligam o cigarro a ganho e perda de peso

A obesidade pode ser um efeito colateral de deixar de fumar?
A queda no número de fumantes coincide com o aumento das taxas de obesidade (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Desde a publicação do estudo que prova que fumar causa câncer, em 1964, os EUA viram um dos principais hábitos da sua nação diminuir drasticamente. O número de fumantes caiu, desde então, para cerca de um terço.

A queda vertiginosa do número de fumantes ofereceu um olhar no que acontece quando um país abandona os cigarros. Os números coincidem com grandes quedas nos casos de câncer de pulmão, na taxa de mortalidade associada a doenças cardiovasculares e um número de outros efeitos negativos. Mas também coincide, porém, com outra tendência que não é muito encorajadora na batalha de largar o vício: crescimento na taxa de obesidade.

“Ninguém recomendaria cigarros para combater a obesidade”, disse Charles Baum, um professor de economia na Universidade Middle Tennessee State e autor do estudo publicado no jornal Review of Economics of te Household. “Mas, realisticamente, a queda no número de fumantes pode muito bem ter um papel no crescimento do número de obesos.”

Para estudar se as diferença no comportamento humano e mudanças em fatores socioambientais têm um papel no aumento dos níveis de obesidade, Baum e Shin-Yi Chou, uma pesquisadora associada no National Bureau of Economic Research (NBER), estudaram pesquisas de até 30 anos atrás, além de estudos e pesquisas com quase 12.000 jovens.

Nenhuma das variáveis estudadas (nível de educação, salarial, experiência de trabalho, raça e idade, assim como mudanças nos preços dos alimentos, mais restaurantes, facilidade de acesso a cadeias de fast food, etc) apresentaram muita influência, com exceção das mudanças no consumo do cigarro. O impacto associado com a diminuição do fumo foi a maior de todos os fatores testados.

A inibição do apetite é uma consequência conhecida do fumo de cigarros, não só na cultura popular, como entre cientistas que estudam os efeitos do tabaco no corpo. Existem inúmeras pesquisas que sugerem que a nicotina tende a diminuir a quantidade de comida consumida. As razões incluem mudanças no sistema nervoso, atividades físicas e preferências em diferentes tipos de alimentos.

O emagrecimento devido ao fumo não é o único efeito a ser notado.

“Sabemos que parar de fumar leva ao ganho de peso. Isto é socialmente aceito”, disse Yoni Freedhoff, um especialista em obesidade na Universidade de Ottawa. “É claro, os números variam, mas pode chegar até 9 quilos.”

Fontes:
The Washington Post-One of America’s healthiest trends has had a pretty unexpected side effect

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. João D Aniello disse:

    Nenhuma novidade, ja parei de fumar duas vezes com um intervalo de 6 anos, na primeira engordei 10 kg, fiquei 6 anos sem fumar só reduzi 2 kg, acabei voltando e não emagreci, mas ao parar 4 anos depois, engordei mais 8 kg….

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu sou fumante desde os 12 anos, estou hoje com 70 sou magro e nunca engordei e não sinto nada mesmo morando em um bairro cheio de escadaria e ladeiras. D UR 04 para a UR 05 escrevendo ou falando parece perto mais não é e olhe que tem ônibus e eu vou e volto a pé. Não sei se a pesquisa tá certa e tem outro como muito, frutas e verduras e no almoço muito feiçao com macarrão. Aí EX A QUESTÃO.

  3. Jaira messeder disse:

    Depois de 46 anos fumando fui acometida de crises de insuficiências respiratórias e deixei de fumar e engordei k 10 em 10 meses e cada vez que verifico meu peso vejo que engordei .
    É verdadeira a afirmação de que os ex fumantes têm grande chance de se tornar obesos se ñ se cuidarem.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *