Início » Brasil » Ônibus ‘Uber’ gera indignação em empresas de transporte coletivo
TRANSPORTE NO BRASIL

Ônibus ‘Uber’ gera indignação em empresas de transporte coletivo

Serviços de fretamento colaborativo, como o aplicativo Buser e o Uber Juntos, são acusados de concorrência desleal

Ônibus ‘Uber’ gera indignação em empresas de transporte coletivo
Empresas pedem proibição do serviço e intervenção do MPF na questão (Foto: Torange Biz)

O aplicativo Buser, uma espécie de “fretamento colaborativo”, começou a operar em São Paulo na última sexta-feira, 14. Os usuários interessados em um mesmo destino poderão ratear o valor do fretamento de um ônibus executivo, onde o preço ficará mais acessível, garantindo viagens mais confortáveis e mais baratas do que um ônibus de linha comum.

Para a inauguração desse serviço na capital paulista, a empresa, que não faz parte da Uber, prometeu realizar algumas viagens de graça para os ônibus que conseguissem as lotações mínimas.

Anteriormente, ao operar pela primeira vez em Belo Horizonte, um dos ônibus do aplicativo foi interceptado por fiscais do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem, que alegaram que o transporte era feito de forma irregular.

“A gente conta quanto custa uma viagem fretada para atender essas pessoas e faz o rateio da viagem entre essas pessoas. É exatamente o que uma torcida organizada faz quando vai ver um jogo de futebol fora da sua cidade. É a mesma coisa que os romeiros fazem para visitar Aparecida. A gente entende que a gente está correto, a gente está dentro da lei”, disse o co-fundador da Buser, Marcelo Vieira Brita.

Concorrência gera revolta

As empresas de ônibus estão bastante enfurecidas com os serviços, que são semelhantes ao da Uber e da 99, porém, destinados ao transporte coletivo. A Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano acredita que as viagens compartilhadas configuram uma concorrência desleal aos serviços de transporte comum, visto que os motoristas de aplicativos não precisam obedecer às exigências que os motoristas de ônibus precisam, como itinerários fixos e gratuidade a estudantes, idosos ou portadores de deficiência.

Em novembro deste ano, um documento assinado por Francisco Christovam, presidente da SPUrbanuss, foi entregue ao secretário de Mobilidade e Transportes de São Paulo, João Octaviano Machado Neto, onde foi solicitado a proibição das viagens compartilhadas, além da intervenção do Ministério Público no serviço.

Em resposta à notificação, foi realizada uma reunião com a presença das empresas solicitantes e o diretor do Departamento de Transportes Públicos (DTP), Marcos Antônio Landucci, que indicou que a proibição de serviços como o Uber Juntos e o Pool+ 99 entraria em conflito com as liminares judiciais a favor das modalidades. As solicitações serão analisadas pela Secretaria Municipal de Transportes (SMT).

Entretanto, a Uber afirma que sua modalidade de viagens compartilhadas, o Uber Juntos, não faz concorrência ao transporte coletivo, sendo um “sistema que combina viagens individuais com trajetos convergentes, que visa colocar mais pessoas em menos carros”, o que contribuiria diretamente para a melhora do trânsito e diminuição da poluição.

“Ao tornar o uso do automóvel mais eficiente, a Uber acredita que o Uber Juntos complementa o transporte público, ampliando o acesso dos usuários à rede pública, principalmente na região central — exatamente onde existe maior necessidade de diminuir o fluxo de carros”, disse a empresa, em um comunicado.

Fontes:
Canal Tech-Empresas de ônibus estão notificando prefeituras contra o Uber Juntos
G1-'Uber' do ônibus começa a operar em São Paulo nesta sexta-feira

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

16 Opiniões

  1. Afonso Ramos disse:

    Seja bem vindo ao jogo.

  2. Paulo disse:

    Quando detonaram os taxistas todos se calaram,o sucateamento do trabalho ta ai,melhor Jair se acostumando

  3. Edna Venância disse:

    Uber precisa pagar os menos impostos que as empresas, e os taxistas pagam.

  4. Pedro Oswaldo Barros Horta disse:

    Quem venha um novo modelo de transportes..
    Sejam bem vindos
    Pois…
    As atuais empresas hoje em dia formaram um cartel onde exploram os a população e corrompem os órgãos públicos..com tarifas altas e péssimo serviço..

  5. Elton disse:

    As pessoas falam que a Uber tem que pagar mais impostos, os brasileiros gostam de pagar mesmo para os corruptos! A empresas de ônibus e taxista ganhando muito dinheiro e oferecem serviços inferiores. A Uber veio da qualidade por um preço digno, você que não aceita continue pagando táxis e esse transporte precário público.

  6. Anderson disse:

    A sociedade quer mole, tá enserido na cultura

  7. Juliano disse:

    Caiu o monopólio, muito feliz com essas mudanças.

  8. Eduardo disse:

    A respeito dos taxistas eles tem isenção de 50/% na compra dos carros e ainda colocam qualquer um para dirigir seu carro os Uber não tem desconto então quem está ganhando

  9. Assis disse:

    Sou taxista, e a nossa profissao merece respeito. Fazemos um trabalho importante para a populaçao,mas fomos colocados em segundp plano por esses corruptos, em permitir q essas empresas se intalem em nossas cidades e em nosso Brasil,tenho vergonha desses politicos,agora quero ver essa briga de titas.

  10. Marcos José Cataldo disse:

    Quero ver se vai levar estudantes e idosos. Todas as empresas são obrigadas a isso. Assim é mole só levar quem paga

  11. Leonardo Fontenele disse:

    Maravilhoso! Os tempos mudam…
    Sistema urbano de coletivo sempre foi uma merda e nunca fizeram nada para melhorar…
    Onde está a injustiça aí?
    O cidadão agora sim vai poder deixar o carro em casa e ir de ônibus!
    Que seja logo implantado em todo o Brasil!!!

  12. Diego disse:

    Os desrespeitos cometidos pelas empresas a anos contra a população entra ano sai ano e a mesma bagunça, e o melhor jeito de falarmos que não concordamos com transporte publico no Brasil.

  13. Herico disse:

    Com todo respeito Assis, mas o serviço de taxi no Brasil sempre foi uma mxxx e muito caro,90% dos usuários da uber e outros aplicativos não eram usuários de taxi,vc fala que merecem respeito, um motorista de aplicativos merecem menos respeito? Vcs se implantaram e acharam que eram os donos do pedaço, mais isso mudou e não vai mais acabar, tem mesmo que melhorar o transporte público em todos os setores.

  14. Vanderlei disse:

    Concordo plenamente com o Herico. Acho que os taxistas ainda tem seu público próprio. O problema é que eles eram únicos e nós obrigados a pagar caro quando precisávamos sair sem ser de transporte público. Agora pergunta se os taxistas TB irão levar estudantes e idosos? Eles cobram até bandeira 2 nos meses de dezembro para garantir 13 salário. Tem que liberar sim qualquer meio de transporte que possa levar e trazer o cidadão com mais dignidade e respeito.

  15. Paulo César Ferreira da Silva disse:

    Eduardo, dizer que o taxista tem desconto de 50% na compra de um carro está demonstrado que vc não tem conhecimento do assunto. Sendo assim, informe-se melhor antes de emitir sua opinião.

  16. talles henrique ribeiro de azevedo disse:

    Que venha com tudo a população merece um transporte assim

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *