Início » Economia » Internacional » Passa de 200 o número de mortos em naufrágio na Tanzânia
TRAGÉDIA NO LAGO VICTORIA

Passa de 200 o número de mortos em naufrágio na Tanzânia

As buscas por sobreviventes foram encerradas no último sábado, 22

Passa de 200 o número de mortos em naufrágio na Tanzânia
Funeral simbólico foi realizado para homenagear vítimas (Foto: Governo do Conselho Distrital de Ukerewe)

Pelo menos 207 pessoas morreram no naufrágio da balsa MV Nyerere, no sul do lago Victoria, na Tanzânia, informou o ministro tanzaniano dos Transportes, Isack Kamwelwe. O balanço anterior estava em 170 mortes e 41 sobreviventes.

No último sábado, 22, mais um sobrevivente foi encontrado. A vítima foi localizada após passar quase dois dias em um compartimento que ainda possuía ar. O mesmo foi encaminhado imediatamente para o centro médico.

Negligência

Com capacidade para apenas 100 pessoas, a balsa estava transportando mais de 300, o que ocasionou o naufrágio. Moradores afirmam que tragédias como esta se repetem com frequência. “Desde o meu nascimento, muitas pessoas morreram em naufrágios neste lago. Mas o que podemos fazer? Não decidimos nascer aqui, não temos para onde ir”, relatou o professor Sebastian John.

John Magufuli, presidente da Tanzânia, declarou “profunda tristeza” com a fatalidade e pediu aos moradores que “permaneçam tranquilos em um momento difícil”. Além disso, ordenou, na última sexta-feira, 21, “a prisão de todas as pessoas envolvidas na gestão da balsa”. “Os responsáveis serão severamente punidos”, prometeu o presidente.

O líder da Chadema, John Mnyika, principal partido de oposição, declarou à AFP que já denunciou inúmeras vezes, a negligência sobre como as condições do transporte são tratadas. “Muitas vezes alertamos para as condições ruins das balsas, mas o governo ignorou”, relatou Mnyika. Além disso, o líder afirma que a sobrecarga nas embarcações reflete em outras falhas das autoridades, criticando os trabalhos de resgate como “insuficientes”.

Sobreviventes e testemunhas deram duas versões sobre a catástrofe, mas diante de tantos fatos, a evidência em relação à sobrecarga da embarcação está no centro da tragédia.

Segundo algumas pessoas, passageiros se deslocaram para a proa quando se aproximavam do cais. O movimento teria feito com que a embarcação desequilibrasse. Outras relatam que o capitão não fez a manobra de aproximação corretamente, visto que, estava distraído com o celular e, ao tentar resolver o problema, realizou um movimento brutal, levando a balsa ao naufrágio. Com bandeiras a meio mastro neste sábado, 22, o presidente declarou luto nacional de quatro dias em homenagem às vítimas.

No último domingo, 23, foi realizado um funeral coletivo. Simbolicamente, uma dúzia de caixões foi enterrada. A homenagem foi também para aqueles que os corpos não puderam ser identificados. Os demais foram levados por parentes que optaram por um funeral mais íntimo.

Fontes:
AFP-Encontrado sobrevivente do naufrágio de balsa na Tanzânia, que deixa 207 mortos
G1-Passa de 200 o número de mortos em naufrágio de balsa em lago na Tanzânia, diz rádio local

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *