Início » Vida » Ciência » Superbactérias podem matar mais que câncer em 2050
OMS

Superbactérias podem matar mais que câncer em 2050

A partir de 2050, essas bactérias poderão matar 10 milhões de pessoas por ano, superando, assim, o número de óbitos pelo câncer, segundo a OMS

Superbactérias podem matar mais que câncer em 2050
Para reverter esse cenário, é necessário que pacientes parem de se automedicar (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O uso excessivo de antibióticos está criando bactérias tão resistentes, que já levam pelo menos 700 mil pessoas a óbito por ano. Esse fenômeno é considerado uma grave epidemia, com várias consequências.

A partir de 2050, essas superbactérias poderão matar 10 milhões de pessoas por ano, superando, assim, o número de óbitos pelo câncer, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Além do risco, esse fenômeno representa um desafio para as indústrias farmacêuticas: como essas bactérias se tornam mais fortes a cada estágio, a medicação passa a se tornar obsoleta.

No intuito de reverter esse cenário, é necessário que pacientes parem de se automedicar  e que os médicos sejam mais criteriosos em prescrever tais medicações. Além disso, existe um uso excessivo de antibióticos em plantações e na pecuária, somado ao descarte errôneo desses medicamentos.

O primeiro antibiótico registrado, a penicilina, foi criado em 1928, pelo farmacologista britânico Alexander Fleming. Essa medicação foi a solução para doenças como tuberculose, peste negra, entre outras.

“O aparecimento do antibiótico, das vacinas e do saneamento básico aumentou a expectativa de vida do ser humano em até 30 anos”, relatou Maria Lavínea Figueiredo, gerente de produtos anti-infectivos da farmacêutica Pfizer.

No final da década de 1930, Fleming já alertava sobre a mutação das bactérias e a resistência que elas desenvolviam. O uso intenso dos medicamentos confirmou os temores.

Fontes:
UOL-Antibióticos criam superbactérias que matarão mais do que o câncer em 2050

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *