Início » Internacional » Tornado deixa pelo menos três mortos e 170 feridos em Havana
HAVANA

Tornado deixa pelo menos três mortos e 170 feridos em Havana

O tornado atingiu Havana no último domingo, 27, causando queda de postes, danos em estruturas de casas e carros

Tornado deixa pelo menos três mortos e 170 feridos em Havana
Tornado gerou rajadas de vento de até 100 km/h (Foto: Twitter/@bestgug)

Na noite do último domingo, 27, Cuba foi atingida por um tornado que provocou a morte de pelo menos três pessoas e deixou cerca de 172 feridos em Havana, segundo o presidente Miguel Díaz-Canel, que percorreu as ruas da cidade para supervisionar o trabalho de resgate.

O tornado causou vários danos materiais, como queda de postes, danos em estruturas de casas e carros destruídos, entre outros. O impacto do tornado fez com que varandas de prédios desabassem.

Segundo um jornalista da Agência France Press, o Hospital Materno Infantil Filhas da Galícia precisou ser esvaziado devido aos severos danos causados em suas instalações. O soar de sirenes indicando perigo era constante e equipes de bombeiros e ambulâncias percorreram Havana inúmeras vezes para auxiliar os moradores.

O bairro Luyanó foi bastante atingido, com as ruas repletas de escombros e destruição. Outros bairros mais afetados foram Santos Suárez, Vía Blanca e Chibás. Em alguns bairros da capital cubana, o fornecimento de energia foi cortado por precaução, sendo restabelecido à medida que as condições melhoravam.

“Estamos percorrendo os locais afetados pelo fenômeno atmosférico de grande intensidade em Regla (município de Havana). Os danos são severos, até o momento lamentamos a perda de três vidas humanas e 172 feridos recebem atendimento. Várias brigadas trabalhando no restabelecimento”, declarou o presidente através de suas redes sociais.

“Forte tornado em Havana. Me pegou na rua, no carro, com minha mulher e meus filhos. E tive que ir desviando de árvores derrubadas, inundações e fortes ventos. Até que consegui chegar em casa. Passamos um grande susto”, relatou o ator cubano Luis Silva.

O tornado se iniciou durante uma tempestade que já era esperada pelos cubanos, que afetou a zona oeste da ilha, com rajadas de vento de até 100 km/h, além do aumento no nível do mar.

“A força dos ventos do tornado pode ser comparada com a de um furacão de categoria 4 ou 5, embora seu impacto esteja mais concentrado”, afirmou o portal cubano Cuba Debate.

Meteorologistas relataram que o fenômeno foi resultado de uma baixa extratropical que desceu do sudeste do Golfo do México, passando pelo oeste da ilha. Segundo especialistas, a tempestade avançou para o centro do país, mas já havia perdido um pouco da intensidade. Porém, afetou as províncias de Pinar Del Rio, Artemisa e Mayabeque.

O Insmet relatou que a passagem de tempestades não é um fenômeno cotidiano. Um dos mais marcantes ocorreu em dezembro de 1940, atingindo o município de Bejucal. Já o furacão Irma atingiu praticamente todas as províncias de Cuba, em 2017, causando inúmeros danos e uma perda financeira de mais de US$ 13,185 milhões.

Fontes:
G1-Tornado em Cuba deixa mortos e mais de 170 feridos
Folha de S.Paulo-Tornado deixa 3 mortos e mais de 160 feridos em Cuba

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *