Início » Internacional » Trump demite John Bolton
CONSELHEIRO DE SEGURANÇA NACIONAL

Trump demite John Bolton

Em mensagem no Twitter, Trump diz que um novo conselheiro de Segurança Nacional será nomeado na próxima semana

Trump demite John Bolton
Demissão repentina de Bolton causou surpresa (Foto: Flickr/Gage Skidmore)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, causou surpresa na tarde desta terça-feira, 10, ao anunciar repentinamente a demissão de seu conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton.

A demissão foi anunciada pelo presidente através de sua conta oficial no Twitter. Trump afirmou que a saída de Bolton se dá por diferenças de visão.

“Eu informei a John Bolton na noite passada que seus serviços não serão mais necessários para a Casa Branca. Eu discordo fortemente dele em muitas de suas sugestões, assim como outros no governo, portanto pedi a John sua renúncia, que foi entregue a mim nesta manhã. Eu agradeço muito a John pelo serviço. Nomearei um novo conselheiro de Segurança Nacional na próxima semana”, escreveu o presidente americano.

Minutos após o anúncio de Trump, Bolton também postou uma mensagem no Twitter, com uma versão diferente da apresentada pelo presidente sobre quem pediu a renúncia. “Eu ofereci minha renúncia na noite passada e o presidente me disse ‘Vamos conversar sobre isso amanhã’”, escreveu o agora ex-conselheiro, que posteriormente, em entrevista à emissora Fox News, reiterou que foi ele quem pediu a renúncia.

Fontes da Casa Branca ouvidas pela CNN afirmam que, se a notícia pegou a população de surpresa, o mesmo não aconteceu nos bastidores da Casa Branca. Isso porque a relação entre Trump e Bolton vinha chegando ao limite. Percebendo a situação, aliados do presidente, também descontentes com a atuação de Bolton, começaram a pressionar Trump pela saída do conselheiro.

Segundo informaram os interlocutores, Trump estava cada vez mais irritado com as declarações de Bolton sobre o Irã, a Venezuela e, mais recentemente, sobre o Afeganistão. Trump considerava que Bolton não conseguiria seguir sua agenda e que estava prejudicando sua credibilidade.

O último desentendimento foi referente à decisão de Trump de sediar em seu reduto presidencial Camp David uma reunião com representantes do Talibã. Trump se irritou com os relatos de que ele enfrentou pressão para retroceder em sua decisão de hospedar a reunião, que acabou sendo cancelada.

Bolton foi alçado ao cargo de conselheiro de Segurança Nacional em maio de 2018, como substituto de H.R. McMaster, que deixou o posto naquele mês.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *