Início » Economia » Internacional » Trump prepara novos argumentos para construção de muro
ESTADOS UNIDOS

Trump prepara novos argumentos para construção de muro

O presidente pretende solicitar ao Congresso o valor de US$ 8,6 bilhões, além de cortar gastos em programas como o de proteção ambiental

Trump prepara novos argumentos para construção de muro
Orçamento, porém, tem grandes chances de ser bloqueado pelo Congresso (Foto: Joyce N. Boghosian/White House)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estabeleceu mais uma briga em prol da construção do muro na fronteira com o México. Há menos de um mês, o presidente republicano utilizou a manobra de declarar que a construção era uma emergência nacional, com o objetivo de conquistar fundos para o projeto.

Em novo argumento, Trump pretende solicitar ao Congresso o valor de US$ 8,6 bilhões no Orçamento federal em 2020. O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, confirmou a informação em uma entrevista para o canal Fox News.

“Gostaria apenas de dizer que toda a questão do muro, da segurança nas fronteiras, é de suma importância. Nós temos uma crise. Eu acho que o presidente fez esse caso de forma muito eficaz”, afirmou o assessor.

Trump não vem medindo esforços para concretizar o muro. Ele planeja cortar cerca de US$ 2,7 trilhões em gastos em dez anos para programas que incluem proteção ambiental, assistência social e ajuda externa, além de aumentar o orçamento militar de US$ 716 bilhões para US$ 750 bilhões no próximo ano.

O presidente também irá pedir US$ 5 bilhões ao Departamento de Segurança Interna para continuar a construção, além de solicitar mais US$ 3,6 milhões para o Departamento de Defesa para erguer outras seções do muro. Autoridades da Casa Branca afirmaram que já existem 122 quilômetros de barreiras que já estão concluídas ou em construção.

A iniciativa para a construção do muro ocasionou em uma das maiores paralisações da história americana. A não liberação orçamentária foi o principal motivo que levou à paralisação do governo federal dos Estados Unidos por mais de um mês. O novo pedido de Trump ressalta que ele continuará lutando pela questão nos próximos anos.

Apesar de todas as solicitações, atualmente a Câmara de Representantes é controlada pelos democratas, que venceram as eleições legislativas em novembro do ano passado. Devido a isso, o projeto do presidente republicano possui baixas chances de avançar, tendo em vista que a declaração de emergência para a construção do muro já foi derrubada pelos deputados – e pode ser derrubada também pelo Senado.

Os líderes democratas Nancy Pelosi e Chuck Schumer emitiram um comunicado em conjunto rechaçando a atitude do presidente: “Trump prejudicou oito milhões de norte-americanos [os funcionários federais afetados] quando decidiu fechar o Governo de forma imprudente, a fim de obter seu custoso e ineficaz muro, que, conforme tinha prometido, seria pago pelo México”, afirmou o comunicado.

Diferentes líderes já afirmaram que irão se opor à redução de cortes propostos pela Casa Branca, mesmo que as autoridades do governo afirmem que conterão o orçamento com mais vigor. A Casa Branca não prevê a eliminação do déficit até 2030.

Desde seu início na presidência, Trump mudou a descrição em como o muro seria financiado. Inicialmente afirmou que o México pagaria ao governo dos EUA, porém, em seguida, descartou qualquer menção sobre envio de dinheiro do México, alegando que o investimento para a construção do muro seria de contribuintes americanos, visto que, segundo Trump, criminosos, terroristas e drogas estavam inundando os Estados Unidos através da fronteira.

Fontes:
Washington Post-Trump to demand $8.6 billion in new wall funding, setting up fresh battle with Congress
El País-Trump prepara outra batalha no Congresso pelo muro na fronteira
AFP-Trump pedirá US$ 8,6 bilhões para muro fronteiriço no orçamento de 2020

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Almanakut Brasil disse:

    Aqueles democratas idiotas e amigos de PEÇONHENTOS mundo afora tem que voltar ao poder nos Estados Unidos, para levar o país ao caos, porque nesse caso as Forças Armadas não irão dormir no ponto.

    E se chorarem lágrimas de crocodilo, como no 11 de setembro, muita gente não sentirá dó, principalmente os esquerdistas do mundo podre.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *