Início » Brasil » Venezuela descarta suspender repasse de energia a Roraima
REPASSE MANTIDO

Venezuela descarta suspender repasse de energia a Roraima

Nicolás Maduro descartou a medida após uma reunião com a governadora de Roraima, Suelly Campos (PP-RR). Estado depende da energia elétrica fornecida pela Venezuela

Venezuela descarta suspender repasse de energia a Roraima
Roraima compra a energia produzida pela hidrelétrica de Guri, na Venezuela (Foto: PxHere)

A Venezuela descartou a interrupção do fornecimento de energia elétrica a Roraima, apesar do estado ter uma dívida de 40 milhões de dólares com a estatal venezuelana Corpolec – empresa que fornece energia a Roraima. A medida foi anunciada na última quinta-feira, 20. O governo brasileiro afirma que a dívida não pode ser paga por conta das sanções dos Estados Unidos contra Caracas, que estariam impedindo a transferência monetária ao país.

Segundo o chanceler venezuelano Jorge Arreaza, o presidente Nicolás Maduro “descartou por completo qualquer tipo de interrupção no fornecimento elétrico”, após uma reunião com a governadora de Roraima, Suelly Campos (PP-RR). Arreaza completou que Maduro “se comprometeu a expandir e melhorar” o serviço para o estado e atribuiu a boatos a explicação do governo brasileiro de que a falta de pagamento se dá por bloqueio econômico de Washington.

Em entrevista à TV estatal venezuelana, Suelly Campos celebrou a decisão de Maduro de manter o “contrato de restabelecimento de energia elétrica”. “O presidente garantiu que vamos seguir contando com esta aliança, e com uma qualidade muito melhor”, disse a governadora de Roraima.

Em 28 de agosto, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, confirmou que o Brasil estava em processo de negociação para evitar que a estatal Corpoelec interrompesse o fornecimento de luz para Roraima. O estado se encontra envolto na crise migratória venezuelana e é a única unidade federativa do Brasil que não está integrada ao sistema elétrico nacional.

Roraima compra a energia produzida pela hidrelétrica de Guri, na Venezuela, através da linha de transmissão inaugurada em 2001, pelos então presidentes Fernando Henrique Cardoso e Hugo Chávez.

 

Leia mais: Venezuela pode suspender repasse de eletricidade a Roraima
Leia mais: Crise energética na Venezuela afeta Roraima

Fontes:
AFP-Venezuela descarta cortar fornecimento de energia para Roraima

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. José Antonio Alves disse:

    E o que é feito com a energia gerada pela Hidrelétrica de Balbina que fica em Presidente Figueiredo, AM, no entremeio do caminho à Roraima?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *