Início » Brasil » Morre, aos 92 anos, o ator Lúcio Mauro
OBITUÁRIO

Morre, aos 92 anos, o ator Lúcio Mauro

Ator estava internado na zona sul do Rio de Janeiro. Com vasto repertório artístico, Lúcio Mauro ganhou o Brasil na tela da TV Globo

Morre, aos 92 anos, o ator Lúcio Mauro
Lúcio Mauro já vinha enfrentando problemas respiratórios há três anos (Foto: Divulgação/TV Globo)

Morreu, na noite do último sábado, 11, o ator e comediante Lúcio de Barros Barbalho, mais conhecido como Lúcio Mauro, aos 92 anos. O artista estava internado há cerca de dois meses devido à problemas respiratórios.

Lúcio Mauro estava internado na Clínica São Vicente, na zona sul do Rio de Janeiro. Ele já vinha enfrentando problemas respiratórios há três anos, quando sofreu um acidente vascular cerebral. Ainda não foram revelados detalhes sobre o sepultamento e o enterro do artista.

Pelas redes sociais, o ator Lúcio Mauro Filho compartilhou uma imagem com uma homenagem ao seu pai, relembrando a “carreira vitoriosa” do artista e revelando detalhes de sua vida pessoal.

“Papai foi um pioneiro, saiu do teatro de estudante lá no Pará, foi pro Recife, fez rádio, inaugurou a televisão no Nordeste e de lá, veio para o Rio de Janeiro pra se tornar um dos maiores artistas deste país. Me influenciou em tudo. O homem que sou, o artista, o pai de família, o amigo. Eu nada seria sem seus ensinamentos. […] Nós ficamos por aqui, celebrando sua existência e seguindo com seu legado”, escreveu o ator.

Carreira

Nascido em Belém, no Pará, em 1927, Lúcio Mauro ganhou o Brasil na tela da TV Globo, onde estreou em 1966. No entanto, antes disso, já trabalhava com teatro estudantil, com pouco mais de 20 anos. Atuou nove anos nos palcos de Recife (PE) antes de chegar à TV Rádio Clube, em 1960. Lá trabalhou até ser contratado pela TV Rio, no Rio de Janeiro. Depois disso, trabalhou na TV Tupi antes de ser contratado pela TV Globo.

Entre os principais trabalhos de sua carreira estão “Balança Mas Não Cai”, em 1968, “Chico City”, em 1973, “Os Trapalhões”, em 1989, e a “Escolinha do Professor Raimundo”, em 1990.

Nas últimas décadas trabalhou na novela “Caça-Talentos”, em 1996, “Dona Flor e Seus Dois Maridos”, em 1998, “Zorra Total”, a partir de 1999, novamente em “Escolinha do Professor Raimundo”, em 2001.

Além de novelas, séries e programas humorísticos, Lúcio Mauro também trabalhou com filmes, estando presente em produções como “Terra sem Deus”, em 1963, “Cleópatra”, em 2008, e “Muita Calma Nessa Hora”, em 2010.

Fontes:
G1-Lúcio Mauro, ator e comediante, morre no Rio aos 92 anos
Memória Globo-Lúcio Mauro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *