Início » Opinião » 31 dias em Nova York: Chinatown e Little Italy
Turismo

31 dias em Nova York: Chinatown e Little Italy

Conheça as dicas de viagem para visitar Chinatown e Little Italy em Nova York

31 dias em Nova York: Chinatown e Little Italy
Little Italy serviu de inspiração para o livro 'The Godfather' e seus três filmes (Foto: Blog Viagens e Vivências)

No roteiro de hoje, conheça as regiões de Chinatown e Little Italy em Nova York.

Chinatown

Chinatown localiza-se na região conhecida como “Lower East Side”, com 3,2 km quadrados, população estimada em 150 mil pessoas, composto principalmente por imigrantes chineses, e nos últimos anos também por vietnamitas, dominicanos e porto-riquenhos, além de outras nacionalidades.

chinatown

(Foto: Blog Viagens e Vivências)

Informações e curiosidades sobre Chinatown:

  • O primeiro imigrante chinês de Chinatown foi Ah Ken, que chegou em Nova York em 1858 e fundou uma bem-sucedida tabacaria em Park Row;
  • A “Chinatown de Manhattan” é um dos 9 “Chinatowns” de Nova York, e um dos 12 da região metropolitana da cidade;
  • Embora o “Mandarin” seja a língua oficial chinesa, apenas 10% dos residentes e comerciantes de Chinatown/Manhattan tem o Mandarin como primeira língua;
  • Décadas atrás, Chinatown era conhecido por seus cortiços sujos e desorganizados. A partir de 2007, alguns condomínios de luxo começaram a aparecer a partir do Soho em direção a Chinatown, modificando significativamente o visual do local.

Andar pelas ruas de Chinatown é realmente uma experiência diferente e marcante. A sensação é que você não está apenas num país diferente em plena Nova York, mas num continente inusitado, com suas ruas lotadas de barracas com alimentos exóticos (enguias vivas e melancias quadradas são alguns exemplos), lojas de jóias, perfumes, roupas e bugigangas para todo lado.

Little Italy

Composta por exatos 3 quarteirões, a região é conhecida pela quantidade de italianos que ali residem e trabalham, além de suas lojas, cafés e restaurantes típicos. Little Italy foi também a inspiração para o livro “The Godfather” e seus três filmes.

littleitaly

(Foto: Blog Viagens e Vivências)

No mapa de Nova York, é fácil delimitar esse pequeno pedaço da Itália em plena Big Apple, pois fica a leste do Tribeca e Soho, norte de Chinatown, oeste do Bowery e Lower East Side e ao sul de Nolita. Separe pelo menos uma hora para Little Italy, começando pela Mulberry St., esquina com Canal St. e aproveite para degustar pizzas, lasanhas e massas em geral, canolli de queijo, e, claro, uma ótima tábua de frios acompanhada de um excelente vinho italiano.

Dica imperdível: anote o endereço 247 Mulberry St! Trata-se do antigo “Ravenite Social Club”, onde a máfia chefiada por John Gotti se reunia periodicamente, até sua prisão em 1990. Hoje é apenas uma loja com fachada de tijolos ocupada por uma boutique de calçados.

China e Itália

Ao caminhar pela Grand St, sentido Bowery St, para um retorno estratégico à Chinatown, você conseguirá visualizar a partir da Mott St uma mistura entre os dois bairros. É possível visualizar lado a lado prédios com arquitetura chinesa e italiana convivendo em perfeita harmonia, bem como as cores, língua, cultura, além, é claro, de italianos, chineses, brasileiros, americanos e pessoas de nacionalidades diversas. Uma verdadeira torre de Babel…

*Fabiane Teixeira e Fábio Almeida escrevem no blog Viagens e Vivências, parceiro do Opinião e Notícia

Fontes:
Blog Viagens e Vivências-31 dias em Nova York: Chinatown e Little Italy

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *