Início » Opinião » Biografias » Van Gogh
Biografia

Van Gogh

Vincent Willem Van Gogh é considerado um dos maiores nomes da pintura mundial, embora tenha sido marginalizado pela sociedade durante toda sua vida

Vincent Willem Van Gogh é considerado um dos maiores nomes da pintura mundial, embora tenha sido marginalizado pela sociedade durante toda sua vida. Nascido na Holanda, na cidade Zundert, tinha mais dois irmãos e três irmãs. Com o mais novo, Theo, desenvolveu uma forte ligação que foi evidenciada na vasta correspondência entre os dois. Estas cartas foram publicadas em um livro, tornando público inúmeros detalhes da vida privada do pintor e da sua personalidade.

Van Gogh tinha uma íntima relação com Gauguin, com quem partilhava uma admiração mútua e a moradia em Arles, no sul da França. As diferenças estéticas e de temperamento entre os dois provocaram crises nervosas em Van Gogh, que chegou a tentar agredir o amigo. Depois do episódio, acabou cortando um pedaço de sua própria orelha.

Sua angústia foi retratada em suas obras e seu estilo de pintura acompanhou sua mudança psicológica. Ele pediu para ser internado em uma clínica psiquiátrica quando seu estado depressivo se agravou. O jardim do mosteiro passou então a ser a principal fonte de inspiração nos quadros seguintes.

Quando deixou a clínica, Vincent mudou-se para perto de Paris para se consultar com o doutor Paul Gachet, um especialista habituado a lidar com artistas. O médico foi a inspiração para o conhecido “Retrato do Doutor Gachet”. Em uma de suas cartas a Theo, Van Gogh diz que encontrou no doutor Gachet um perfeito amigo, algo como um irmão.

Van Gogh morreu em 29 de julho de 1890, dois dias após disparar um tiro sobre o peito. Sua fama só veio após a morte. Em vida foi incapaz de custear a sua própria subsistência, tendo vendido um único quadro. Devido aos distúrbios psicológicos não mantinha contatos sociais e suas investidas amorosas não foram correspondidas.

Sua influência pode ser reconhecida em variadas frentes da arte do século XX. O holandês foi pioneiro na ligação das tendências impressionistas com as aspirações modernistas. De difícil classificação, sua obra pode ser considerada pós-impressionista.

Durante os dez anos de sua carreira artística, Van Gogh foi altamente prolífico. As 864 pinturas e quase 1.200 desenhos e gravuras foram preservadas. A maior coleção de seu trabalho pode ser vista no Museu Van Gogh, em Amsterdam. Muitas outras obras estão no Kröller-Müller Museum de Otterlo (Holanda) e no Musée d’Orsay em Paris.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *