Início » Economia » Internacional » Em Roma: o grandioso Coliseu
Turismo

Em Roma: o grandioso Coliseu

O nome do Coliseu, na verdade, é Anfiteatro Flávio, e todo o seu exterior era revestido em mármore travertino, um mármore conhecido por sua tonalidade predominantemente branca

Em Roma: o grandioso Coliseu
A história do Coliseu começou no ano 71 depois de Cristo, quando o Imperador Vespasiano iniciou a construção do estádio próximo ao Fórum Romano (MarianaRibeiro/MundoeCaracóis)

Naquele mesmo dia, saindo do passeio do Pantheon, foi o dia de conhecer o Coliseu. Fizemos o tour com uma agência chamada Gartour, que nos buscou no hotel e já comprou os tickets, assim não pegamos filas para entrar no monumento. A guia era excelente, nos deu muitas informações e aproveitamos bem mais do que se tivéssemos ido por nossa conta! Cada pessoa recebe um mini-rádio e um fone de ouvido e fica ouvindo a guia, que falava em espanhol.

 

 

A história do Coliseu começou no ano 71 d.C., quando o Imperador Vespasiano iniciou a construção do estádio próximo ao Fórum Romano. O Coliseu foi construído todo de alvenaria e várias estátuas decoravam os arcos (hoje em sua maioria desaparecidas). O nome do Coliseu, na verdade, é Anfiteatro Flávio, e todo o seu exterior era revestido em mármore travertino, um mármore conhecido por sua tonalidade predominantemente branca. E por incrível que pareça, o anfiteatro tinha um toldo de linho que era retrátil e movimentada por uma equipe de marinheiros, que vinham do porto militar na região da Campania, especialmente para manobrar a cobertura do anfiteatro.

 

A inauguração ocorreu no ano 80 d.C. e a capacidade do anfiteatro era de mais de 70.000 pessoas. O imperador que comandou a inauguração foi Tito, filho de Vespasiano. Foram cem dias de comemorações da inauguração do Coliseu. Dizem os historiadores que em apenas um dia na arena do anfiteatro cerca de 5 mil animais morreram em combates.

Os gladiadores eram sobretudo os condenados à morte, principalmente os seguidores do Cristianismo, o que na época era considerado contra a lei. O treinamento dos gladiadores era feito em uma pequena arena ao lado do Coliseu, ligada a ele por um túnel subterrâneo. Essa área foi construída por Domiciano, e era chamada de Ludus Magnus. Era ali que ficavam alojados cerca de mil gladiadores, em pequenas celas com vista para o pátio. Eles recebiam treinamento, alimentação, visitas médicas regulares, etc e eram treinados por ex-gladiadores.

 


Os arcos do Coliseu eram adornados por braçadeiras de metal e quando se vê a estrutura do Coliseu hoje, ela tem vários buracos. Perguntei à guia, e ela disse que os metais foram roubados quando Roma entrou em declínio. Esses metais eram derretidos e utilizados em outras construções e igrejas.

 

 

Dentro do Coliseu existem várias pedras que foram caindo de sua estrutura e hoje ficam para exposição. E vários objetos foram encontrados, tais como potinhos, utensílios para velas, que ficam expostos nos andares do Coliseu.

 

 

Para quem não sabe como é o mármore travertino, que reveste o Coliseu, na foto abaixo é ele que aparece no meio da parede. Hoje o Coliseu apresenta algumas partes originais e outras reconstruídas, como essa.

 

O público que frequentava o anfiteatro era separado de acordo com a classe social a que pertencia. O primeiro setor era destinado aos senadores e tinha degraus de mármore, os seguintes de alvenaria e o último para as mulheres do povo e eram de madeira. O Coliseu se comparado à nossa época, tinha a função de um gigante estádio e também de espetáculo para a população.

 

O Coliseu tinha em seu subterrâneo toda uma estrutura de apoio para as apresentações e lutas. Era destinado para hospedar os protagonistas dos jogos, os animais, gladiadores e as armas utilizadas nas caças e lutas.Havia também vários elevadores que levavam os animais e os equipamentos até a arena (quem viu o filme Gladiador deve se lembrar das cenas dos animais entrando na arena). Dizem até que existiam batalhas aquáticas no Coliseu, realizadas antes da construção dos subterrâneos.

 

 

O Coliseu foi construído ao lado do Fórum Romano e posteriormente foi construído um arco, o Arco de Constantino, pelo Senado. O Arco estava em reforma, mas em algumas partes era possível ver a riqueza dos desenhos trabalhados no mármore.

 

 

 

Saindo do Coliseu, fomos visitar o Palatino, que também fica ao lado do Coliseu e do Fórum Romano.

 

 

 

*Mariana Ribeiro escreve no blog Mundo e Caracóis, parceiro do Opinião e Notícia.

Fontes:
MundoeCaracóis-Em Roma: O grandioso Coliseu

2 Opiniões

  1. helo disse:

    Fruto de saques o coliseu depois foi vítima do mesmo crime. Flavio em latim significa louro.

  2. jayme endebo disse:

    Faltou dizer que o Coliseu foi construido com o saque do 2º Templo dos judeus que ficava na provincia da Judeia.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *