Início » Vida » Comportamento » Geração canguru
morando com os pais

Geração canguru

Uma pesquisa do IBGE, mostra que 25% dos jovens entre 25 e 34 anos no Brasil ainda moram com os pais. Esse grupo é chamado de 'geração canguru'

Geração canguru
Será que o estilo de vida canguru se tornará uma cultura permanente? (Reprodução/Internet)

A Síntese dos Indicadores Sociais, uma pesquisa do IBGE, mostra que 25% dos jovens entre 25 e 34 anos no Brasil ainda moram com os pais. Esse grupo é chamado de “geração canguru”.

Chama atenção a classificação oficial como jovens de adultos de mais de 30 anos, se considerarmos que há algumas gerações nesta idade nossos pais e avós já estavam estabelecidos profissionalmente, com família e filhos.

A tendência no mundo é que os filhos saiam cada vez mais cedo da casa dos pais. É muito comum nos países da Europa, nos EUA e no Canadá o aluno se formar no Ensino Médio e sair da própria cidade para fazer a faculdade.

O sistema de valores e a educação nestes países valorizam a independência desde cedo. No Reino Unido, por exemplo, as famílias com recursos mandam seus filhos de 11 anos para exclusivas escolas internas. É o modelo apresentado na série de livros e filmes de Harry Potter: um colégio interno, onde alunos de 11 a 17 anos vivem longe dos pais, aos quais só veem nos feriados e nas férias de verão.

Outra diferença nestes países é que, culturalmente, as moças não saem de casa apenas quando casam – o que é comum aqui no Brasil. As jovens moram sozinhas ou dividem imóvel com amigos mesmo depois de formadas na faculdade. O casamento não é o passaporte para finalmente morar longe dos pais.

Por que então no Brasil é tão difícil sair de casa?

A pesquisa do IBGE indica alguns motivos: incerteza com o mercado de trabalho, investimento na formação acadêmica e o alto custo para se viver nas grandes cidades brasileiras, como Rio e São Paulo.

Será que o estilo de vida canguru se tornará uma cultura permanente? Até que ponto os pais – cada vez mais idosos – estarão firmes no mercado de trabalho para poder manter em casa um jovem dependente? Questões relevantes para as mulheres brasileiras.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *