Início » Internacional » ‘Guardian’ exalta Uruguai por legalizar a maconha
O heroico Uruguai

‘Guardian’ exalta Uruguai por legalizar a maconha

Jornal britânico diz que o país merece um Nobel da Paz pela legalização e que outros presidentes, como FHC, só têm a coragem de Mujica após deixar o cargo

‘Guardian’ exalta Uruguai por legalizar a maconha
Legalização privará o tráfico de 90% de seu mercado consumidor (Reprodução/Guardian)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um artigo publicado pelo jornal britânico Guardian exaltou a coragem do Uruguai em legalizar o plantio e o consumo da maconha. Intitulado “O heroico Uruguai merece um Nobel da Paz por legalizar a Cannabis”, o artigo do jornalista Simon Jenkis diz que a coragem do presidente uruguaio José Mujica não deve ser subestimada e critica a ONU por reprovar a medida.

Leia também: Uruguai é o 1º país do mundo a legalizar a produção da maconha

O artigo diz que Mujica considera irônico que muitos presidentes da América Latina só apoiam a causa após deixarem o cargo, entre eles Fernando Henrique Cardoso e o mexicano Ernesto Zedillo, que atualmente defendem a regulamentação do comércio da maconha.

O jornalista alega que o objetivo do presidente uruguaio é livrar as futuras gerações de uma praga. “Porém a praga em questão não é a maconha, mas sim o tráfico de drogas, que deixa os jovens à mercê de criminosos e prisões injustificadas”, diz o texto.

Com a legalização, residentes uruguaios maiores de 18 anos poderão comprar maconha em estabelecimentos licenciados ou plantar em pequenas quantidades. O preço será determinado de forma a combater o tráfico. Para Jenkis, a lei aprovada pelo Uruguai é mais avançada que a de alguns estados americanos, que legalizaram o consumo recreativo e medicinal, mas não a produção.

O artigo diz que, embora seja reprovada por dois terços da população uruguaia, a legalização privará o tráfico de 90% de seu mercado consumidor e diminuirá o efeito “porta de entrada”, quando traficantes estimulam usuários a passar para drogas mais pesadas. O texto cita ainda a opinião do secretário-geral da Secretaria Nacional de Drogas uruguaio, Julio Calzada. “Por 50 anos tentamos enfrentar a questão das drogas com a única arma que tínhamos: a punição. Mas isso falhou. Como resultado, agora temos mais consumidores, organizações criminosas fortalecidas, lavagem de dinheiro, tráfico de armas e outros problemas”, disse.

Fontes:
The Guardian-Heroic Uruguay deserves a Nobel peace prize for legalising cannabis

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dinamerico V. De paula disse:

    Realmente, requer muita coragem para esse ato heróico. Contudo, o Brasil não tem condições morais institucionais para a legalização da maconha. A corrupção na política não permite.

  2. danilo guidi disse:

    Mujica deveria mesmo ganhar o premio nobel da paz, um premio um tanto ‘”fraco” devido seus ganhadores como Barack Obama q a unica coisa q fez foi ter sido o premeiro presidente negro dos EUA, e aquele cara da africa do sul q acabou com o aparthaid e elevou o indice de criminalidade ao extremo, mas o ultimo eu não entendo muito. Mas voltando ao assunto,,na holanda antes de liberar a maconha o numero de usuarios de heroina era muito elevado, depois da legalização o numero caio pela metade hoje a media de idade dos usuarios esta em 50 anos, e o pais lucra muito com turistas. A maconha ajuda a tirar pessoas do crack, do alcool, alem de ser remedios pra infinidade de coisas tendo pouco efeito colateral, pelo menos pra mim. No brasil a maconha esta sendo misturada com crack, e sei la mas oque sendo dificil obter maconha de qualidade. Umas faz tossir q parece que vai morrer outras não tosse nada. PAZ

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *