Início » Internacional » Leitor comenta o sucesso da gestão de Bloomberg em Nova York
Opinião Pública

Leitor comenta o sucesso da gestão de Bloomberg em Nova York

Roberto é o Opinião Pública da semana. Participe você também!

Leitor comenta o sucesso da gestão de Bloomberg em Nova York
Comente e participe!

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Roberto comentou a matéria “Nova York se despede de Michael Bloomberg” e foi eleito o Opinião Pública da semana. E você? Já deu a sua opinião hoje?

O DNA do Michael Bloomberg é Republicano (direita, conservador e não politicamente correto) e, por isso, ele teve sucesso nesta empreitada.

Provavelmente os democratas (o PT americano) não vão dar continuidade ao bom trabalho que Bloomberg fez. Basicamente, os republicanos constroem e os democratas desmontam o que foi construído.

É sempre assim. O detalhe é que lá, o PT deles não consegue aparelhar totalmente a nação à custa de distribuição de dinheiro, embora eles se esforcem, pois ainda não entenderam que a vida não é justa.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Luiz Alberto Franco disse:

    O sucesso foi tanto que os republicanos não conseguiram emplacar o sucessor… Só falta o leitor dizer que o povo é burro, ignorante e vota errado (Alô, alô Pelé).

    Quando o sujeito não acredita em democracia, mas não tem coragem de dize-lo, dá nisso: só se arrisca a manifestar sua crença de que a vida não é justa. Se tivéssemos mais “cientistas sociais” com essa cabeça ainda teríamos feudos, escravidão e outras mazelas que a civilização, pouco a pouco, foi eliminando.

    Somos diferentes dos outros animais, não porque tenhamos alma, mas por que em alguns aspectos escapamos do determinismo genético. O darwinismo social dessa “escola de pensamento” nos encaminharia para a barbárie.

  2. André Luiz D. Queiroz disse:

    Discordo de ambos os comentários anteriores em ponto chaves.
    Primeiro, no comentário da semana de ‘Roberto1776’: acho exagerado e incorreto dizer que o Partido Democrata americano é o “PT dos EUA”… Por acaso eles se baseiam em sindicalismo e imagem de ‘esquerda’?! Creio que não: parece-me é que os Democratas tentam ser um contraponto aos Republicanos que advogam um amplo ‘liberalismo’, ou seja, interferência mínima do Estado na economia, i.e., redução de impostos e/ou regulamentação dos mercados (na prática: eu vejo o Partido Republicano como o ‘lobby oficial’ das grandes indústrias americanas, principalmente as de petróleo, bélica, e de saúde e previdência — afinal, “business is business!”). Os Democratas ‘passam a imagem’ de maior comprometimento ‘social’, de prioridade ao bem estar da sociedade, desde seus estratos menos privilegiados. Mas, na prática, novamente temos apenas outros ‘lobistas’, atendendo aos interesses de outros grupos de poder…

    Segundo, no comentário de Luiz Franco: não vejo o fato de os Republicanos não terem conseguido eleger o sucessor de Bloomberg como um descrédito ao que foi bem sucedido na administração dele em Nova York. Mesmo porque, como dito no artigo, Bloomberg atualmente era independente! Parece-me que lá, tanto como aqui, a escolha das urnas é muito mais motivada pelo personalismo dos candidatos do que pelo partido. E acrescente-se a isso a fatores de perda de qualidade de vida em Nova York associados a fatores conjunturais, alheios à administração municipal. Eis porque da eleição do candidato Democrata.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *