Início » Opinião » Leitor » Vote agora no melhor comentário! Participe!
Sexta-feira premiada -- 16 de janeiro de 2009

Vote agora no melhor comentário! Participe!

O Opinião e Notícia chegou aos três finalistas desta Sexta-feira Premiada. Agora, você escolhe o grande vencedor. — O público escolheu a leitora Gesiane Simão.

Para participar, basta fazer parte de nossa comunidade “EU LEIO O OPINIÃO E NOTÍCIA”, do site de relacionamentos Orkut, onde será realizada a eleição. Não esqueça: os votos só poderão ser efetuados até 11 horas da manhã da próxima segunda-feira, de acordo com o regulamento.

Confira a matéria:

Tendências e Debates – Diploma da Discórdia: O que fazer com os cubanos?

Confira, portanto, os três melhores candidatos e vote em nossa comunidade.

Gesiane Simão, 16/01/2009 – 08:25:27

Acredito que em todas as profissões seria necessário haver uma prova para comprovar os conhecimentos e a capacidade para exercer a profissão. Medicina é uma profissão que exige mais cuidados, pois tem em mãos Vidas, por isso concordo plenamente que exista uma prova para os formados na Elam. Eles não devem ser diferenciados.
Existe uma motivação ideologica sim, a organização UJS (União da Juventude Socialista) realiza a seleção, algo que é levado em consideração é a participação no grupo. Como garantir que esses jovens tem conhecimentos para entrar em uma Unversidade de Medicina? Penso que existe muitas pessoas no Brasil que trabalham o dia inteiro, fazem cursinho comunitário para tentar uma vaga para cursar medicina. Gosto de Cuba, mas tenho certeza que deva existir um critério a ser seguido por todos as pessoas que concluiram a graduação em outros países. Quem tem competência não precisa ter medo de uma prova.

Markut, 16/01/2009 – 08:52:39

Põe escândalo nisso.
Já estamos aquí, internamente, com o nivel altamente discutivel dessa avalanche de escolas de medicina, formando levas de profissionais mal preparados e que vão constituir a nova geração de médicos,sem preparo adequado, nem técnico , nem
ético, capazes de enfrentar as exigências tecnológicas, cada vez mais sofisticadas, que a profissão requer.
O mito da excelência da medicina cubana está ainda para ser devidamente comprovado.
Por enquanto, ele está servindo para rasteiras jogadas políticas, de interesse e valor discutibilíssimo.
Todo o mundo sabe que, hoje, o procedimento médico está cada vez ligado à alta e sofisticada tecnologia.
Um país como Cuba, com a sua conhecida indigência econômica, causa e vítima, ao mesmo tempo, de um regime político, totalmente superado, não tem condições de avalizar a sua qualidade do ensino médico, com a complacência que o Lulismo e o PT pretendem consagrar.
Com essa postura, esta se cometendo um grave erro, que compromete a qualidade do exercício médico, no pais, sem considerar o desestímulo aos estudantes de medicina brasileiros que, têm, sem dúvida, muito melhores condições de acesso ao que há de mais avançado nas diversas especialidades.
Se sobra espaço para o médico destinado a exercer a sua atividade nas inúmeras regiões remotas do Brasil, isso não impede que ele seja obrigado a provar a sua competência específica .
O que não é se justifica é esse “liberou geral” que se pretende instaurar.

Escolástica Bonin Denardi, 16/01/2009 – 14:08:55

Brasil e a antiga “esquerda” brasileira, da qual o nosso presidente Lula fazia parte, mantém laços nostálgicos de amizade. Porém, com vidas não se brinca de nostagia! Todos os graduados em todas as áreas deveriam fazer rigorosos testes para confirmação de conhecimento. Sou a favor de exames periódicos para se averiguar a qualidade de nossos profissionais. Quer seja na área de saúde, direito, educação, engenharia, ou qualquer outra. “Acordinhos” diplomáticos não são a solução,nem para os alunos lá formados e nem para seus futuros pacientes.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *