Início » Opinião » Leitor » Leitor fala sobre o esporte mais violento: ser brasileiro
Opinião Pública

Leitor fala sobre o esporte mais violento: ser brasileiro

O leitor John Webster foi escolhido como Opinião Pública da semana

Leitor fala sobre o esporte mais violento: ser brasileiro
Opinião e Notícia

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O leitor John Webster comentou a matéria MMA: esporte legítimo ou rinha humana? e foi escolhido como o Opinião Pública da semana. E você, já deu sua opinião?

Para mim, esporte violento é sobreviver com um salário mínimo.
Esporte violento é ficar doente e depender de hospitais públicos.
Esporte violento é ter que submeter seu filho a uma escola pública medíocre por falta de dinheiro para pagar uma escola particular.
Esporte violento é ser um brasileiro pobre num país tão rico como o Brasil.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

19 Opiniões

  1. João Cirino Gomes disse:

    Ai está parte das injustiças sociais, geradas pelo desenfreado capitalismo selvagem, criador do maior índice de violência e criminalidade.
    Onde uma minoria é privilegiada; e com o tratamento diferenciado, se coloca acima da lei, do bem e do mal!
    Na realidade este é um sistema que favorece a poucos, deixando muitos sem dignidade ou opções de vida.
    É este sistema que esta criando um bando de despreparados, e desesperados, que por falta de oportunidade, acabam as margens. Aumentando a população, porem, com a maior parte pobre e endividada, vivendo a míngua na miséria e dependência dos currais eleitorais!
    E as riquezas continuam se esvaindo; madeiras e minérios desaparecendo, e a população mais humilde sendo escravizada.
    E tem quem fala em acabar com a fome neste país, que deveria ser o paiol do mundo.
    Este pensamento, ou é inocente e elogiável, ou é hipócrita, demagogo e repugnante, pois já esta mais que provado, que podemos arrecadar todo o dinheiro e toda a alimentação do universo; enquanto os homens não abrandarem suas ganâncias e despertarem suas consciências, a fome persistira.
    Temos como exemplo, a vergonhosa indústria da seca nordestina! Onde pomposos hipopótamos, mergulhados em piscinas olímpicas, vem de longas datas lesando os cofres públicos, enquanto a sede assola a população carente!
    Triste é saber, que existe grande quantidade de demagogos alienados a este bando de fidalgos.
    Montados em verbas publicas, apreciam o luxo e a beleza, mas com suas mentiras promessas e hipocrisias gananciosas e desenfreadas, produziram somente a miséria e a mendicância horrorosa.
    Quando tiveram oportunidade de fazerem justiça; deixam-se contaminar pela conveniência em manter o povo submisso, e na ignorância. Criando assim, o descrédito para com seu governo.

    Imagine agora seu menino, se todo este povo mais humilde, soubesse ler e escrever, que perigo danado. Todos enxergando as manobras, e injustiças destas estruturas sociais. Sentiriam nojo, e teriam até náuseas, mas vomitar; com a fome que passam, com certeza não vomitariam.

    Enquanto isso: Meninos ricos, e geniais, deslumbrados com suas falsas riquezas, transitam presos em seus luxuosos carrões blindados, com um medo da violência que se pelam.
    Se tivessem boas vontades, abrandariam suas ganâncias, e despertariam suas consciências para a justiça social. Mas com as contas abarrotadas, em qualquer paraíso fiscal é lugar. Tanto em Nassau, como nas Ilhas Cayman, ou na Suíça… E que se dane a consciência.
    Por estas e mais outras, é que as dívidas internas continuam aumentando.
    E as empresas que estavam com rombos, por serem cabides de empregos, foram privatizadas.
    Antes, porém, taparam seus rombos com dinheiro publico. E quem são hoje, seus maiores acionistas? Não são os mesmos, que enriquecem a população de esperanças, com polemicas promessas?
    E onde estão as vantagens, pregadas antes das privatizações? E agora resolveram construir uma usina em Belos Monte na Bacia do Rio Xingu: > ver . http://www.socioambiental.org/inst/brsa/index.html
    E com bons modos e boas propostas, já expulsaram vários moradores do local.
    Alguns nativos daquela região, após saírem de suas terras, sobrevivem desiludidos e abandonados à própria sorte, pintando a realidade com as cores da ingenuidade.
    E os responsáveis por este quadro, tentam convencer a população, que o desenvolvimento continua.
    Desenvolvimento de quem? Se o progresso vem sempre desordenado, trazendo estruturas sociais enganosas e injustas, fazendo proliferar a pobreza, a miséria e violência.
    Até quando uma fração desta classe conseguirá enganar? E na maior mordomia, falar em fraternidade, paz e justiça social; se com seus engodos, frustram até os sonhos dos seus semelhantes?
    Sigo notando a profunda ligação entre dependência e alguns meios de comunicações, nos tirando o poder de crítica, e habituando-nos à passividade.
    De tempos em tempos, entram sutilmente em nosso cotidiano, e nos impõem suas idéias exibicionistas; atropelando nossos direitos, e induzindo-nos a acreditar em suas promessas mirabolantes; tentando nos fazer esquecer fatos recentes, e se esquecendo que temos vontade própria.
    A comédia é sempre a mesma; só mudam os personagens.
    E a mídia, de olho no bolo chamado conveniência, entra em cena com críticos mascarados distorcendo os fatos, e criando heróis até com o estrume do cavalo do bandido, que por ter costa quente, não deve ser malhado.
    Não estou defendendo afirmando ou desmentindo, mas faz parte da história. E nem sempre os heróis semideuses criados pela mídia bajuladora, são os mocinhos.
    Em épocas pré-eleitorais, criam heróis para todos os gostos. Tem com o colarinho branco, o que rouba, mas faz, desviadores de verbas, traficantes, lesa pátria; larapio de merenda escolar, papa anjo…
    O Brasil tem muitos heróis bem intencionados, todos soltos, tentando encontrar uma solução para nossos problemas, nenhum de olho nas atrativas mordomias, que a vida publica oferece.
    E mancomunados com a mídia bajuladora, se apropriam dos nossos impostos tentando conseguir o voto de confiança da população carente e desinformada…

    Os povos das florestas, não devem ser contaminados por estas mazelas, e esquecidos pelos poucos governantes conscienciosos. “Se é que ainda existe”!
    Precisam ter uma produção sustentável; que não cause destruição ao meio ambiente à fauna e a flora.
    Deste povo depende: O Universo da Biodiversidade.
    Se não receberem orientação, continuarão sendo explorados por pessoas inescrupulosas, ou por salvadores da pátria, que indiferentes, se alienam á tiranos para aplicarem seus golpes e abarrotarem suas contas, com dinheiro sujo de sangue suor e lágrimas, vertidas por um povo sofrido.

    Talvez agora com a Internet as informações, que eram controladas pela mídia da escravatura partidária e enganadora, se tornem mais verídicas.

    O Brasil, a muito precisa de uma revolução. Mas revolução cultural e ambiental. E o povo conta com…? Para dar o pontapé inicial.
    Enquanto uns pregam, que todo país se desenvolve através de educação e tecnologia. Outros estão lambendo botas, ou pagando e pedindo benção, para conseguir cargos na ONU.
    Diga a eles seu menino, para usarem uma parte dos desvios e o que se gasta erroneamente, para dar o aumento dos velhinhos!Diga que dinheiro tem; pois até perdoaram as dividas dos países que deviam ao Brasil, teve para dar presentes, construir estradas, e porto em Cuba; e até foram feitas doações a países de primeiro mundo! Então, dinheiro tem; o que falta é consciência e vergonha na cara.
    Aproveite pra dizer que estamos notando, que a honra, a ética, a moral e a dignidade, que deviam servir de exemplo por serem preceitos valiosos, estão se tornando fúteis. Ou nossos antepassados, perderam tempo nos ensinando, que da semente que plantarmos, virá no futuro o fruto que colheremos?

    O povo deve escolher homens públicos através da ideologia, moral e ética. Não através da cor, raça ou credo; só assim conseguira fortalecer a democracia e se aproximar da justiça social!

    O texto é de minha autoria, mas pertence a toda “sociedade”, que precisa conhecer estes fatos!

  2. Helio disse:

    Grande escolha. Webster resumiu em poucas palavras a violência que vivemos.

  3. Amadeu Pereira dos Santos disse:

    Se voltarmos um pouco no tempo, vamos encontrar muitos milhões de brasileiros para os quais o salário mínimo eram apenas um sonho; ser salvo da morte em um hospital público era coisa rara, pois estes também quase não existam. Freqüentar escola pública então, era realmente privilégios de poucos. Além do mais, Escola pública e Escola particular, hoje em dia , se equiparam na mesma incompetência. Não temos professores formados especificamente para lecionar em escola particular. O que temos é uma fraca formação do professor para a pública e para a particular. A proliferação de escolas particulares no Brasil só fez degradar mais ainda o ensino. Desculpa, mas não vejo como comparar a matrícula de um filho em escola pública com um esporte violento. Sei que o que temos de ruim, hoje, já foi muito pior. Já vi muitos brasileiros que tinha vergonha de ser brasileiro, mas, com o passar do tempo, foram mudando seu ponto de vista, e a vergonha que sentiam transformou-se se orgulho.

  4. Mª Laires disse:

    É isso ai minha gente,nos brasileiros somos campeões em esportes redicais, principalmente o de engilir sapos pela nossos governantes que estão sempre preocupados em está bem com a mídia. Emquanto vivo com o mínimo para sustentar a mim e uma filha de 20 anos desempregada e uma familia de numerosos irmãos também desempregados. O goveno do nosso estado está trazendo aviões lotados de Aitianos desempregados. É para fazer caridade dando lhes empregos, é para somar com os desempregados daqui, ou é para ficar bem na foto?

  5. Markut disse:

    “Ai está parte das injustiças sociais, geradas pelo desenfreado capitalismo selvagem, criador do maior índice de violência e criminalidade”.

    Pronto. Segundo Cirino Gomes aí estaria a chave de todos os males que nos acometem.

    Para começar, gostaria de perguntar ao Cirino qual alternativa seria viavel.

    A seguir, me aventuro a sugerir que o lado selvagem do capitalismo é um mal que deve constantemente ser combatido, através de correções de rumo, como sempre vem acontecendo, para que ele deixe de ser desenfreado.
    A infelicidade não está no capitalismo, mas nas deturpações que ele sofre.
    Churchill dizia, com razão, que ele é o pior dos sistemas, mas não há outro melhor.
    Por outro lado,penso que o sistema capitalista tem tudo a ver com a própria natureza humana, no que ela tem de mais permanente e inamovivel, de vez que as suas raizes estão no instinto animal de sobrevivência individual e da espécie.
    O nosso sábio humorista Millor Fernandes afirma que o homem já nasce capitalista.
    No nosso universo social, principalmente nas sociedades mais complexas, não se conhece até agora um sistema econômico mais competente.
    O esporte brutal a que o brasileiro é exposto se deve ao fato de que, sociedade relativamente jovem que somos, não conseguimos nos libertar ainda dos entraves de uma cultura colonialista e retrógada, que consegue manter a massa humana no limbo da ignorãncia cultivada,visualizada através desse desastroso e vergonhoso índice IDH, graças ao trágico analfabetismo funcional em que o país está mergulhado, no meio do qual encontramos algumas ilhas de cultura, conhecimento e consciência do que se passa em torno e que deveriam ser instadas a botar a boca no trombone e apontar os rumos mais convenientes.
    Cirino parece ser um desses privilegiados.
    Peço a ele complementar as suas longas jeremíadas,com uma proposta do sistema que ele julga mais adequado para alcançarmos o Nirvana na terra.

  6. Peter Pablo Delfim disse:

    Quanto é bom e suave é…… Vemos aqui uma brilhante opinião do Senhor Webster a quem cumprimento pelo comentário correto e limpido. Ausente de sectarismos de qualquer ordem e compromissado apenas com a verdade. Merecido destaque.

  7. MOACYR LOPES DA SILVA disse:

    ESTE É O MELHOR LUGAR DO MUNDO PARA SE VIVER ! NINGUEM RESPEITA NADA! NÃO RESPONDE POR NADA ! SÓ POBRE É PROCESSADO E PRESO! JÁ VIRAM UM MP OU JUIZ PRESO ? DEVEM SER SANTOS. PESQUISEI E NÃO ENCONTREI!
    VÁ NAS PRISÕES E CONTE O Nº DE RICOS PRESOS. QUANTOS ? SÓ POBRES, A MAIORIA ! 99.90 %.

  8. John Webster disse:

    Caro Amadeu, não tenho e nunca tive vergonha de ser brasileiro, muito pelo contrario, me orgulho e muito de ser parte de um povo orgulhoso, pacifico, trabalhador e forte.
    Principalmente forte.
    Quanto ao fato de já ter sido muito pior, não quer dizer que não tenhamos ânsia de melhoras.
    Noventa por cento dos ingleses não tinham rede de esgotos no século 18, hoje tem em 100% e eles continuam reclamando porque o ser humano tem a obrigação de buscar o melhor para seus descendentes.
    Nunca fui rico nem nunca fui pobre, estudei em escola pública, talvez na melhor do Rio de Janeiro, o Colégio PedroII e se fui um privilegiado, foi por méritos próprios, porque lá,na minha época, repetiu, fora.

  9. Geracina disse:

    VIOLENTO E TER MAIOR PARTE DE POLITICOS CORRUPTO, USURPADORES DA POPULAçAO.

  10. Elaine Pereira da Silva disse:

    Quero cumprimentar o Sr. João Cirino Gomes pelas brilhantes colocações. Na verdade, ele dá, sim, a saída para o caos em que nos encontramos: uma revolução cultural e ambiental. Já disseram que um país é feito com homens e livros. Ultimamente, o Brasil é feito com homens corruptos e livros-caixa-dois – e o preço disto, se vê no dia-a-dia… João Cirino também diz que o povo deve escolher homens públicos através da ideologia, moral e ética. Já fui candidata à vereança em minha cidade, em 2008. Não fui eleita, talvez porque não prometi fazer o que não tinha certeza que faria, nem comprei votos de ninguém, mas me pediram favores pessoais em troca de seu voto… É assim o brasileiro – e não podemos nos esquecer que os governos também são feitos por brasileiros, eleitos legitimamente por nós… O que eu quero dizer é o que todos temos culpa da calamidade pública em que vivemos, seja por ação e/ou por omissão. Recomendo o seguinte texto, brilhante e esclarecedor:

    ” Precisa-se de Matéria Prima para construir um País”

    João Ubaldo Ribeiro

    Este autor fala o que penso de uma forma inquestionável e, lamentavelmente, ele está certo.

  11. Raimundo Trindade disse:

    Olá John.
    O Brasil não é um país rico nem pobre.
    O Brasil é um pais como um comerciante que tem mercadoria para vender mas não tem quem compre.
    O Basil tem uma grande riqueza que é
    O POVO BRASILEIRO

    Um Abraço do Tamanho da AMAZÔNIA a Todos.

  12. Fernando Jose Moesia Rolim disse:

    Esporte violento também a fulana dizer que vai cortar gastos e comentar que os ministros estão com os salários defasados e dar uma aumento geral de 326% e o salário dos médicos,professores, policia civil e assim por diante como não esquecendo dos aposentados que pagaram uma vida e não estão defasados não contando que nos não temos hospitais educação

  13. João Cirino Gomes disse:

    Caro colega MARKUT; vou fingir que não noto sua grosseria e tentativa de defender o indefensavel, como todos os partidários que ganham para bajular e defender corruptos: terei paciência, lhe dando atenção e uma explicação simples! Tomara que seus neurônios tenham capacidade para comporta-las!
    Quem sabe desta maneira, vc desgruda e deixe de ser tão simplório e contraditório!

    Todo ser, seja vegetal ou animal tem o instinto de sobrevivência, só que o animal desenvolve este instinto desde o ultero materno!
    A questão da matéria em pauta, é a “desonestidade” de uns que se acham mais espertos, que seus semelhantes; pois com suas corrupções, alianças, distorções, oportunismo e ilusionismo, pensam que estão enganado a todos! Saiba que, conseguiram prometer e enganar alguns por algum tempo, mas enganar todos o tempo todo é praticamente impossível!

    Preciso ser mais claro?

  14. Ivan Lippi disse:

    Além disso, o esporte preferido do governo é sacanear o povo que fazem com grande maestria.

  15. João Cirino Gomes disse:

    Sr AMADEU PEREIRA DOS SANTOS, veja como as afirmações que o Sr faz são contraditórias! Será que o sr se recorda da quantidade de empregos que uns e outros prometeram? O Sr se recorda da quantidade de casa populares que o dito cujo prometeu construir? O Sr viu quantas das promessas feitas para se eleger foram cumpridas? O Sr sabe qual era o capital bruto deste mesmo ilusionista antes de se eleger? O Sr acha mesmo que Lulinha é gênio? Consegue explicar por qual motivo só demonstrou sua genialidade depois que o pai se elegeu? O Sr acha mesmo que o Banqueiro Daniel Dantas é inocente e que o Policial federal que o prendeu Dr Protógenes é que deveria ser punido?
    O Sr sabia que antes de terminar seu mandato Lula promoveu o Juiz que soltou o banqueiro sócio do seu filhinho genial?
    Caro colega, se eu for enumera déz paginas não bastam; sem ofensas não é possível conviver calado com tanta canalhice; ou o Senhor é ingênuo, ou esta ganhando para fazer cortinas de fumaça; me desculpe!

  16. Amadeu Pereira dos Santos disse:

    Quando acessei pela primeira vez o site de Opinião e Notícia me chamou a atenção a sua finalidade: Informação e análise sobre o que acontece no Brasil e no mundo. Conteúdo de qualidade, atualização constante, debates inteligentes. Confesso que foram essas duas últimas palavras que mais me atraíram para essa fascinante aventura. Se é da discussão que nasce a luz, vamos discutir. Mas discutir pressupõe disponibilidade para ouvir o outro. Opinião não é um veredicto final. Quem dá uma opinião tem que estar disposto a ouvir a quem concorda e, aos discordantes também. Essas opiniões dadas com ar de quem sabe tudo, de quem é o dono da verdade, de quem não aceita ingerência nas suas idéias, podem também não expressar a verdade verdadeira. Tudo que eu disse neste texto é em atenção ao Sr. JOÃO CIRINO GOMES que se propôs a mostrar minha incoerência quando eu disse que: “não vejo como comparar a matrícula de um filho a um esporte violento”. Aqui também não encontro nexo entre as perguntas que me faz e a minha afirmação. Quanto ao seu modo de me classificar como ingênuo ou que estou ganhando para fazer cortina de fumaça, se me for dado o direito de escolher, prefiro o ingênuo. Esse adjetivo me deixa até um pouco lisonjeado,

  17. antonio gomiero disse:

    me de motivo : para acredirtar num politico n bra sil
    me de motivo : para ver um vagabundo se aposentar em um mes .e ganhar mas de 14 mil reais pelo resto da vida ..
    me de motivos : para eles derem aumento a eles de 80% em tres minutos aprovado e depois falarem em redução de gastos publicos nada ironico isto srsrsrsr.
    me de motivos: para eles fazerem uma refrma n salarios deles proprio anualmente como é feito no salario do povo brasileiro sonhar é bom isto nunca acontecerá .
    me de motivo :para acreditar que este pais e democratico kkkkkkkkkkkk

  18. Ramon M.B.van Buggenhout disse:

    A questão básica não é a falta de dinheiro para pagar uma boa escola particular. Antes dos antos 1960, no Brasil, as melhores escolas eram públicas.Na Europa e ao que consta também no Japão, Coréia do Sul, Rúasia e outros países e continentes, há escolas públicas de primeira qualidade. O ensino particular, no Brasil não essa excelência que se quer apregoar. Professores mal pagos e salas de aula entulhadas de alunos. O objetivo é lucro e não qualidade.

  19. Helio disse:

    Ramon,
    Passamos os 8 anos Lula com ao pior investimento em educação. Essa falha não é recuperável. Adiamos 8 anos o nosso futuro, e estragamos o de uma geração, seja no primeiro, segundo ou terceiro grau.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *