Início » Opinião » Número de fumantes aumenta em alguns países pobres
cigarro

Número de fumantes aumenta em alguns países pobres

Estudo mostra estatísticas assustadoras em países como Nigeria e Indonésia

Número de fumantes aumenta em alguns países pobres
Um quarto dos homens nigerianos vai fumar até 2025 (Foto: Wikimedia)

Em muitos países ricos, o ato de fumar tem sido firmemente desencorajado. Apenas uma em cinco pessoas, ou menos, fuma nos Estados Unidos, na Austrália, Inglaterra, Canadá e Itália. Os mais abastados, em sua maioria, já largaram o vício, e os mais pobres estão aderindo. Mas em muitos países em desenvolvimento, mais pessoas estão fumando. De acordo com uma projeção da Organização Mundial da Saúde (OMS), um quarto dos homens nigerianos vai fumar até 2025.

Mesmo assim, agora todos sabem como fazer para as pessoas largarem o vício: aumentar impostos, banir o cigarro em lugares fechados e proibir propagandas, publicar os riscos à saúde e ajudar os fumantes que querem parar. Um relatório recente da OMS descobriu que só a Turquia impôs e reforça todos as medidas anticigarro com frequência e com dureza.

Alguns países, como a Indonésia, quase não tem regulações sobre o cigarro. Uma combinação de lobistas  e inércia política impede outros de agir. Isso é um problema: fumar é a maior causa evitável de morte prematura. Nos Estados Unidos fumar ainda é a causa de uma entre seis mortes por ano. Na China, lar de 380 milhões de fumantes, 35 milhões de mortes prematuras poderiam ser evitadas se fumantes começassem a largar o cigarro no mesmo ritmo que a Europa.

Fontes:
Economist-Drifting smoke

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *