Início » Cultura » Patan: o 2° reino do Nepal
Turismo

Patan: o 2° reino do Nepal

Segunda maior cidade do Nepal, Patan foi fundada no século III e é tombada pela Unesco como Patrimônio Mundial da Humanidade

Patan: o 2° reino do Nepal
Templos fazem de Patan um verdadeiro museu a céu aberto (Reprodução/Fernanda Costta)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Patan, também conhecida como Lalitpur, é a segunda maior cidade do Nepal e também a mais rica em razão do ouro que foi descoberto ali nos séculos anteriores. A cidade foi fundada no século III e é tombada pela Unesco como Patrimônio Mundial da Humanidade devido ao seu rico acervo de templos budistas e hindus.

A Praça Durbar, que em nepalês significa palácio (todas as três cidades reais do país – Katmandu, Patan e Bhaktapur –  têm uma praça com este nome) é o ponto alto da cidade, com seus templos interessantes e ricos em entalhes, compondo um verdadeiro museu a céu aberto. O antigo palácio real também não deixa por menos e encanta pelo delicado trabalho decorativo.

Patan é berço dos maiores artistas nepaleses, o que explica porque ela foi tão minuciosamente trabalhada. Os detalhes das portas das casas e templos chamam muita atenção.

O templo de Krishna é o mais nobre, todo construído e esculpido em granito. Os festivais em sua homenagem acontecem no mês de agosto, quando o templo recebe fiéis de todo o país. Recomendo estar na cidade neste período, pois é uma oportunidade incrível para observar de perto esta cultura tão diferente!

A cidade de Patan é vizinha a Katmandu. São separadas pelo rio Bagmati, que cruza grande parte do país. Para chegar lá, basta pegar um táxi ou se quiser muita emoção, um tuk tuk.

Namastê!

*Fernanda Costta escreve no Blog Viaggio Mondo e é colaboradora do Opinião e Notícia.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *