Início » Notícia » Punição Made in USA!
Grita Brasil

Punição Made in USA!

O caso da Petrobras chegou ao país de Obama. E isso nos dá a certeza de que a punição virá

Punição Made in USA!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Sujou para nós. Se existia alguma imagem de país sério, ela se esvaiu com os últimos escândalos envolvendo a Petrobras, que por azar dos propinados, possui títulos negociados em Wall Street. Justo na terra do Tio Sam. Se fosse na Venezuela, em Cuba não teríamos tantos problemas, mas nos Estados Unidos a coisa é levada a sério. Ainda mais quando há a suspeita de acionistas americanos terem sido lesados pelos como gosta Dilma, “malfeitos” feitos na Petrobras começando pela compra de Pasadena e finalizado (será?) pela distribuição em massa de propinas denunciada pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e corroboradas pelo doleiro Alberto Youssef também envolvido no esquema através da delação premiada.

Por isso mesmo o caso da Petrobras chegou ao país de Obama. E isso nos dá, para mim pelo menos, a certeza de que a punição virá.

Em português claro e traduzindo: Eu quero você!

Como noticiou o “Financial Times”, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu uma investigação criminal sobre a estatal brasileira Petrobras, para averiguar se houve pagamento de propina a funcionários da estatal ou violação à lei americana de combate à corrupção. Que lá é levada muito a sério.

E o fato de que além do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a Securities and Exchange Commission (SEC) que corresponderia a nossa Comissão de Valores Imobiliários (CVM), está investigando criminalmente o caso no âmbito da Bolsa de Valores de Nova York, nos diz que a coisa é feia e não vai ficar assim. Isso se depender do país do Tio Sam.

Aqui é que a coisa pode ganhar contornos de novela mexicana, pois as investigações da CPI do Congresso não foram adiante, boicotadas pela bancada majoritária do governo que em campanha jurou para o mundo como promessa de campanha saída da boca da presidente eleita Dilma Rousseff, que não ficará “pedra sobre pedra” nas investigações de corrupção e que haverá punição para os responsáveis independentemente de nome, partido e posição. Será mesmo?

Nosso retrospecto não é muito favorável quando se fala em punir companheiros. O Congresso acaba se utilizando sempre de manobras para burlar o sistema e ir adiando a coisa que num país mais sério com políticos mais sérios tem data de validade.

E com isso fica a pergunta que não quer calar. Será que nosso Supremo saberá agir de forma imparcial e agirá mesmo punindo quem estiver na frente? Mesmo que essa pessoa seja a presidente e o ex-presidente? Será também que a CVM também conseguirá bancar a sua posição mesmo que ela vá de encontro a outros interesses e “fechará” os olhos e punirá de forma exemplar quem quer que seja?

Não podemos ficar dependentes de punições fabricadas fora daqui. Temos que conseguir dizer ao mundo que também sabemos fabricar nossas punições e que estas são feitas como num alfaiate independentemente de quem as irá receber e que principalmente elas são aplicadas no rigor da lei.

Temos que acabar com a imagem de país do jeitinho. Chega de dar jeitinho em tudo. Basta de limpar a lama para debaixo do tapete e usar como adubo. Pois se continuar assim a pouca credibilidade que ainda guardamos pelo país irá acabar e aí a saída será o aeroporto mais próximo.

É difícil a cada dia que passa engolir mais um escândalo, aqui, outro ali. De ver que não podemos acreditar em mais nada. De cairmos no não adianta mais. Já banalizaram muito o nosso país. Mas parece que ainda há uma parcela da população que ainda acha que tudo é festa.

Ledo engano.

Enquanto o coração de Youssef bate…

Isso não é uma denúncia. É apenas um “achismo”. Posso estar errado. Mas do jeito que a coisa anda e mesmo acreditando em algumas instituições, nada me tira da cabeça que Alberto Youssef sofrerá um infarto, um AVC, antes de mostrar as provas que ele diz ter contra a listinha de políticos e contra a Dilma e o Lula.

Youssef que apareceu de novo nos noticiários detalhou em novo depoimento à Justiça Federal como a propina era repassada para políticos.

E sinceramente não sei como os acusados irão se defender diante de fatos tão vivos. Já caso as denúncias cheguem ao Supremo Tribunal Federal (STF), não sei como os ministros irão não acatar as denúncias contra a listinha de acusados e como eles terão coragem de não verem (de novo) que o que é quadrilha é realmente quadrilha, o que é propina é propina e não caixinha de natal, que o que é corrupção é corrupção mesmo e não um malfeito.

Eu na verdade posso até desconfiar, mas acredito que os homens ainda conseguem aprender com os próprios erros.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambientes fechados.

6 Opiniões

  1. jovelino bispo vieira disse:

    nunca vi na minha vida uma onda de currupicao tao grande envolvendo uma coligacao de partidos(prinncipalmente o pt), ja disse em outra oportunidade, o lula ja pode ser indiciado pela justica comum ja q nao ocupa nenhum cargo politico , portanto nao tem direito ao foro privilegiado

  2. ney disse:

    Oxalá o ganancioso tio sam perda dinheiro.

  3. João Ricardo disse:

    A única solução atual para este país, depois de todos os escândalos de crassas corrupções e evidências de um governo não desejado e eleito pela maioria, seria mesmo a intervenção internacional ou uma nova intervenção militar para retomada do poder aos brasileiros, assim como houve no passado para evitar o comunismo, agora de mesma forma…

  4. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu só boto esse baque no meu samba, quando o Tio Sam tocar o tamborim e parece que o tio Sam aprendeu a tocar o tamborim e chegou ao ponto e pode contar com os verdadeiros brasileiros não corruptos que sairemos as ruas fortificando. Esqueçamos o STF vamos aguardar o Unit Stats e a mxxxx vai virar bocé, com Tio Sã tocando tamborim lá dentro da Petrobrás

  5. Inácio Soares disse:

    O rombo na Petrobras, tonou-se uma repercussão Mundial, com isso o Povo Brasileiro que paga seus impostos em dias terá pela Justiça Americana um meio de zerar a Corrupção que atingiu parte do mundo com estes Presidentes sujos Lula e Dilma.

  6. vanda disse:

    Até crime virou “malfeito”. Caixa 2 virou ” dinheiro não contabilizado”. Entretanto confio na polícia federal e no ministério público mais que no STF. Por no bolso é crime talvez menor do que por no partido. O segundo fere a democracia.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *