Início » Economia » Racionamento de energia: 2014 ou 2015?
O que dizem os bancos

Racionamento de energia: 2014 ou 2015?

Cresce o risco de racionamento ainda este ano, pois ninguém espera que as chuvas fora de época recuperem a capacidade dos reservatórios no Sudeste

Racionamento de energia: 2014 ou 2015?
Aposta é que reservatórios do Sudeste fiquem em 37% da sua capacidade (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Todos os relatórios de bancos que estão chegando na minha caixa de entrada apontam para o crescente risco de racionamento neste ou no próximo ano.

No final deste mês essa perspectiva ficará ainda mais clara, pois o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) esperava que o nível de reservatórios no Sudeste terminasse o mês superior a 40% da capacidade para evitar o risco do racionamento. Agora a aposta é que ficará em 37% e ninguém espera que as chuvas fora de época recuperem a capacidade dos reservatórios. Assim, cresce o risco de racionamento.

Lá fora, os relatórios já começaram a apontar abertamente para o maior risco de racionamento e até para a possibilidade de recessão em 2015. Veja a chamada do mais novo relatório da Eurasia:

 

*Mansueto Almeida é técnico de planejamento e pesquisa do IPEA e titular do “Blog do Mansueto Almeida”, parceiro do Opinião e Notícia

Fontes:
Blog do Mansueto Almeida - Racionamento de energia: 2014 ou 2015?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *