Início » Sem categoria » Aumenta a tensão racial na África do Sul
Às vésperas da Copa

Aumenta a tensão racial na África do Sul

Aumenta a tensão racial na África do Sul
Membro do grupo homenageia Eugene Terre'Blanche (Fonte: AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Assassinato de líder de extrema-direita faz seu grupo prometer vingança. Presidente Jacob Zuma pede calma.

Eugene Terre’Blanche, líder do Movimento de Resistência Afrikaner, foi encontrado morto no último sábado, 3. O secretário-geral do grupo pediu que seus membros permaneçam calmos “no momento”, mas anunciou para o dia 1º de maio uma reunião que definirá o plano de vingança.

Há mais de 20 anos Terre’Blanche encarnava a oposição branca ao fim do regime de Apartheid na África do Sul e a obstinação pela supremacia dos “afrikaners”, descendentes dos primeiros colonos europeus.

A morte de Terre’Blanche, entretanto, parece não tido motivação política. Os dois acusados pelo assassinato eram funcionários da sua fazenda, e o crime teria sido cometido após uma discussão sobre salários que não teriam sido pagos.

Fontes:
G1 - Grupo de extrema-direita sul-africano afirma que líder será vingado

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *