Início » Sem categoria » Base aliada deixa governo de Arruda
Distrito Federal

Base aliada deixa governo de Arruda

Base aliada deixa governo de Arruda
José Roberto Arruda. Fonte: O Globo

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Partidos que integram a base aliada do governo de Arruda — a saber, PDT, PPS e PSB — decidiram entregar os cargos que ocupam no primeiro escalão.

O PDT foi unânime na decisão de afastar três integrantes do governo de Brasília. Devem deixar os cargos o secretário extraordinário de Educação Integral, Marcelo Aguiar, o gerente de escolas técnicas, Edilson Barbosa, e o secretário-adjunto de Trabalho, Israel Batista.

O PPS também afastará três secretários: o de Saúde, Augusto Carvalho; o secretário-adjunto de Saúde, Fernando Antunes; e o de Justiça e Cidadania, Alírio Neto. O partido decidiu ainda que alguns integrantes do segundo escalão também deixarão os cargos. Já o PSB decidiu que irá entregar a presidência da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater).

OAB e PSOL pedem impeachment de Arruda

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) anunciou que irá entrar com o processo de impeachment contra o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM). O PSOL e o PSB também anunciaram que pedirão o impeachment de Arruda nesta terça, 1º. O governador é acusado de integrar um esquema de corrupção em sua campanha nas eleições de 2006.

O conselho pleno da OAB ainda votará o pedido, mas o presidente da Ordem, Cezar Britto, declarou nesta segunda que a Ordem não irá ficar inerte e em silêncio diante da gravidade das denúncias. A presidente da OAB no Distrito Federal, Estefânia Viveiros, também adiantou que a ordem irá mobilizar entidades nacionais e de Brasília para que a sociedade se envolva no pedido de afastamento de Arruda. “A gravidade dos fatos está suficientemente demonstrada. Trata-se de um amplo sistema de corrupção e a sociedade precisa se mobilizar para restabelecer a ética na política”, afirmou Estefânia.

Além do impeachment do governador e do vice, Paulo Octávio, o PSOL pedirá ainda o afastamento de todos os parlamentares distritais envolvidos no esquema de corrupção.

Fontes:
Veja - OAB, PSOL e PSB querem o impeachment de Arruda

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Markut disse:

    Acontecimentos como este deveriam ser devidamente capitalizados para despertar o necessário furor cívico da sociedade,através das suas entidades mais representativas, na direção da necessária postura moral e ética mínima,a ser exigida dos gestores, pessimamente eleitos através de uma eleição de desinformados e anestesiados, neste arremedo de democracia, que nada mais é do que a falsa fachada de uma ainda poderosa oligarquia , que domina o país.
    Continuamos colonizados por uma gangue , cujo único objetivo é se apossar do patrimônio público, igualzinho ao que a pirataria espanhola, portuguesa, francesa, inglesa e holandesa fizeram , ao longo destes longos 500 anos.

  2. LINDIMARIO DIAS CUNHA disse:

    TEM QUE HAVER PUNIÇAO,POIS ELES OCUPAM, CARGOS DE LIDERANÇA.O GOVERNADOR DEVERIA SER O PRIMEIRO A ENTREGAR O CARGO.E EVITARIA UM MAIOR DESGASTE POLITICO.QUANTO A FATOS NAO HA ARGUMENTO. A PLITICA NACIONAL TEM QUE SER MORALIZADA.A LEI EXISTE PARA SER COMPRIDA,OS TEMPOS SAO OUTROS, NAO ESTAMOS NA EPOCA DO CORONELISMO, PRECISAMOS DE UMA VEZ POR TODAS ACABAR COM ESSA PRATICA.ALGUNS POLITICOS PRATICAM A IMORALIDADE POLITICA, A NEGAÇAO A LIBERDADE, O MAQUIAVELISMO.E NOS BRASILEIROS NAO PODEMOS ADMITIR QUE ESSAS PESSOAS CONTINUI GOVERNANDO, COMO SE NADA TIVESSE ACONTECENDO. E SUBSTIMAR A INTELIGENCIA DE NOS BRASILEIROS.

  3. Demerson Santos disse:

    Esses políticos que tratam a coisa publica como algo que fosse da sua esfera privada, vêem a dificuldade dos pobres em sobreviver e mesmo assim não tem escrúpulos em roubar, subornar, corromper, usurpar o nosso dinheiro de impostos pagos com tanta dificuldade e sacrifico, deveriam se houvesse o Brasil (sou contra), ser levados à cadeira elétrica, por que este é sem sombra de dúvida o maior câncer de nossa sociedade, a corrupção que vem com a corrosão do caráter, desde a infância e piora com a fase adulta, quando se vêem diante de uma oportunidade qualquer não se furtam a mostrarem de que são feitos. Pilantras, criminosos e usurpadores dos sonhos do povo de um Pais mais justo. Bandidos que oram e nunca se arrependem, clamam por Deus e ao mesmo tempo, roubam seus irmãos em troca de favores. O pior é que o povo ainda tem a memoria curta, não foi esse mesmo arruda que protagonizou o vexame do painel do senado junto com o falecido Antônio Carlos Magalhães?? Pois não o homem ganhou ainda no primeiro turno as eleições para Governador do DF, acorda povo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *