Início » Sem categoria » Brasil contraria tradição humanista ao entregar boxeadores cubanos
Desertores

Brasil contraria tradição humanista ao entregar boxeadores cubanos

O Brasil sempre foi imparcial nas questões internacionais e se mostrou disposto a ajudar refugiados. Isso foi desconsiderado quando a Polícia Federal deportou para Cuba os atletas que fugiram durante o Pan.



Menos de 48 horas depois de localizar os refugiados, a Polícia Federal os colocou num avião de volta para Cuba.


 


Em nossa opinião, o governo brasileiro ignorou que se trata de um país onde os direitos civis dependem do humor do ditador e dissidentes são presos e fuzilados por tentar escapar do país.

Fontes:
Veja - De volta à prisão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. EDVALDOTAVARES disse:

    SIMPATIA DO GOVERNO LULA À FIDEL CASTRO TRAI TRADIÇÃO BRASILEIRA. A entrega imediata dos boxeadores cubanos causa repúdio à todos os brasileiros. Fidel declarou que o abandono de uma delegação esportiva em competição em outro país é considerado igual a deserção de um soldado durante a guerra. É sabido que qualquer abandono ou deserção em uma campanha bélica implica em punição exemplar. No regime cubano vigente, o mundo todo sabe que a pena aplicada é a morte por fuzilamento. As instituições humanísticas nacionais, em nome do povo brasileiro, devem pressionar o governo, para acompanhar a integridade física dos atletas e seus familiares. Essa traíção às nossas tradições não pode passar despercebida e aos brasileiros compete estar atentos para que mais esta atitude desabonadora não venha a envergonhar o BRASIL perante a opinião mundial. "BRASIL ACIMA DE TUDO". EDVALDO TAVARES. MÉDICO. BRASÍLIA/DF.

  2. Dorival Silva disse:

    O que o governo brasileiro fez é um completo absurdo!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *