Início » Sem categoria » Caso do menino brasileiro sequestrado pela mãe preocupa o Itamaraty
Justiça x diplomacia

Caso do menino brasileiro sequestrado pela mãe preocupa o Itamaraty

O caso da mãe brasileira que fugiu dos EUA para o Rio com o filho que teve com um americano está virando uma crise diplomática entre Brasil e Estados Unidos. O episódio, já relatado pelo Opinião e Notícia, consiste em uma batalha judicial entre o pai biológico da criança e o padrasto, já que a mãe do sequestrado, falecida, casou-se novamente por aqui com um brasileiro, que agora briga pela guarda do menino.  

Na batalha pela guarda de Sean Bianchi Goldman corre na Justiça, em um processo extremamente controverso. Em paralelo, David Goldman, o pai americano, acionou deputados e senadores dos Estados Unidos e está conseguindo mobilizar o governo e a opinião pública do país em favor de sua causa. Ele programa para março, durante a visita do presidente Lula a Obama, em Washington, um protesto em frente à Casa Branca.

Na semana passada, em encontro com a secretária de Estado, Hillary Clinton, o chanceler Celso Amorim ouviu um pedido para agilizar o assunto. Amorim disse que governo brasileiro está preocupado com o assunto e fará o melhor, mas ressaltou que o caso corre na Justiça. Ao que tudo indica, a diplomacia foi acionada, mas não se empenhará muito.

Fontes:
Veja - UM MENINO E DOIS PAÍSES

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

8 Opiniões

  1. Fabio Leonel disse:

    O que essa mãe fez, privar o filho de contato com o pai, é terrível. E o padastro querer roubar o filho do outro é pior ainda. Que gente horrorosa.

  2. Umbelino Beltrão disse:

    Acho melhor não sair chamando de gente horrorosa sem saber os dois lados da história! Existe a versão de que o pai nunca quis saber do menino e agora está atrás de dinheiro. É sempre mais seguro não fazer esse tipo de comentário sem conhecer a história completa.

  3. heloisa disse:

    Difícil falar sem muita informação. É preciso saber onde a criança estará mais protegido, o que o processo e o próprio dirão. Pena que Hillary ou Lula se ocupem destes dramas pessoais, aqui e na Suiça.

  4. Fabio Leonel disse:

    Eu conheço gente ligada ao caso e sei que é verdade que o pai veio ao Brasil várias vezes, e eles se escondiam com o filho. Esse site aqui não teve coragem de dar o nome mas a Veja desta semana dá. O padastro que quer roubar o filho de seu pai legítimo chama-se João Paulo Lins e Silva, da mesma família do ilustre Evandro, o qual sem dúvida não compactuaria com o que seus parentes estão fazendo.

  5. Chicomaria Arouet disse:

    Infelizmente o Brasil tem se destacado por casos escabrosos como esse.
    Quando houve o caso Elian, em dois tempos a justiça americana o devolveu ao pai, em Cuba, sem política, sem nhenhenhem, sem considerações tortuosas e melífluas a respeito de onde a "criança estará mais protegida".
    Que tal cumprirmos a lei, para variar?

  6. Osnil disse:

    É obvio que o menino deve ficar com o pai nos EUA. Nós brasileiros estamos ficando cada vez mais mal vistos por conta dessas falcatruas e desrespeitos à justiça internacional. Deviam prender os cúmplices do sequestro.

  7. Cláudio Costa disse:

    Gostaria de saber se é verdade essa parada do avental com a foto da mãe do menino (Bruna).
    O difícil é saber quem está mentindo, se o pai ou se os avós.

  8. cleuza alves disse:

    Cada dia uma história do brasil, caso Paula toda retalhada agora pai verdadeiro perdendo guarda do filho para uma pessoa estranha……….onde vamos parar?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *