Início » Sem categoria » China fecha Praça da Paz Celestial e evita fotografias
20 anos depois do massacre

China fecha Praça da Paz Celestial e evita fotografias

China fecha Praça da Paz Celestial e evita fotografias
Policiais sem uniforme impediam fotografias com guarda-chuvas

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nesta quinta-feira, 4, o massacre na Praça da Paz Celestial completa 20 anos e, para que não fosse feito nenhum evento em memória deste dia, a China reforçou a segurança no local e impediu o trabalho de jornalistas. Houve manifestações em várias cidades do mundo, criticando o regime comunista chinês e pedindo mais transparência.

Milhares de chineses e turistas estrangeiros foram revistados pelos policias em postos de controle perto da praça. Outros policiais não estavam uniformizados e carregavam guarda-chuvas para evitar que a praça, que estava fechada aos visitantes, fosse fotografada. O público que quisesse ter acesso ao local teria que passar pelos postos de controle. Turistas deveriam mostrar até o passaporte antes de chegarem à praça.

O governo chinês manteve o discurso dos últimos anos. O porta-voz do Ministério de Relações Exteriores chinês se pronunciou em entrevista coletiva. “Com relação ao incidente político ocorrido no final dos anos 80 do século passado, o partido e o governo já chegaram a uma conclusão. Ao longo de 30 anos de reforma e abertura, a China foi testemunha de um progresso econômico e social”.

Fontes:
Estadão - China blinda Praça da Paz Celestial pelos 20 anos de massacre

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Evandro Correia disse:

    Ditadura é isso, não há surpresa em a China impedir manifestações.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *