Início » Sem categoria » Classe média quer vida boa já
Brasil

Classe média quer vida boa já

Classe média quer vida boa já
Fonte: Reuters

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Segundo dados do IBGE, a classe média cresceu de 42% da população em 2004 para 52% em 2008.

A classe média é formada por famílias com renda mensal de R$ 1.064,00 a R$ 4.591,00. Geralmente essas pessoas têm empregos formais, um carro ou uma moto e acesso a crédito. Apesar da crise financeira, este número permaneceu estável. As desigualdades diminuíram devido ao desenvolvimento da classe média, ao aumento de 100% do salário mínimo nos últimos anos e ao programa Bolsa Família.

De acordo com o IPEA, a miséria caiu pela metade de 2003 a 2008. O índice do Coeficiente Gini de desigualdade do Brasil está caindo e aproximando-se ao dos Estados Unidos. O nordeste do país se desenvolveu mais rápido do que outras regiões devido ao maior número de empregos no setor público, às pensões e à redistribuição de renda.

Os brasileiros gostam de gastar. A joalheria Tiffany tem mais lojas em São Paulo do que em qualquer outro lugar do mundo e a Louis Vuitton tem o maior lucro por metro quadrado de loja. O mercado de consumo está se abrindo e as vendas de cerveja e de telefonia móvel estão se destacando. Segundo o economista chefe do banco Itaú, o Brasil não é o salvador do mundo, mas se a busca é por consumidores, então o país tem condições de ajudar.

Fontes:
Economist - A special report on business and finance in Brazil -- A better today

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    É isso, a classe média vai, ou quer ir, ao paraíso. O paraíso é usar tênis Nike ou equivalente, relógio Rolex etc etc. Que babaquice…

  2. luiz antonio vieira barbi disse:

    LENDO ESTE ARTIGO SE VE MUITA COISA…DESDE A RENDA DA CHAMADA CLASSE MEDIA AO GOSTO DE GASTAR, MUITO BOM!! A VIDA NESTE BRASIL E MUITO SACRIFICADA, INSEGURANCA PUBLICA, IMPOSTOS, POLITICALHAS, ETC…DEVE SIM A CLASSE MEDIA GASTAR EM COISAS ATE MESMO SUPERFLUAS, SENAO O DINHEIRO FATALMENTE VAI PARAR NA MAO DA TURMA DO SARNEY E ASSEMELHADOS…

  3. Jorge Bengochea disse:

    A pesquisa do IBGE pode ser próxima da verdade, mas a do IPEA é mal intencionada. Quem preparou os indicadores para a amostragem do IPEA deve ter sido movido por interesses escusos ou apostou que o povo brasileiro é IGNORANTE. Enquanto o IBGE estabelece em torno de quatro mil reais, o IPEA coloca em torno de R$ 500 reais o inicial da renda mensal da classe rica? Um valor que não dá para o aluguel, a alimentação, o lazer e o vestuário de uma pessoa da classe média e não paga um jantar a dois dos ricos.

  4. Valdo disse:

    Tudo balela. Isso é papo desse gente do PT que pinta pesquisas com cores bonitas por fóra, porém, por dentro, ou seja a verdade verdadeira, o país e sua gente idiotizada está podre e pobre!!!!

  5. CORDEIRO VARGAS disse:

    Para dizer que a vida da maioria do povo brasileiro melhorou muito nos últimos sete anos, não se faz necessário pesquisas, uma vez que todos nós sabemos, em verdade as pesquisas só vem confirmar com números e parâmetros aquilo que sentimos no nosso dia a dia. Isto quer dizer que as políticas de distribuição de renda, e as de fomento de produção e consumo do governo Federal estão certas, incluiu milhões de excluídos ao mercado de trabalho e consumo, o que possibilitou a ascensão de outros milhões de cidadãos que estavam nas classes D e Ê para a B. Não é por falta de motivos que nosso presidente goza hoje, após sete anos de Governo, o alto índice de 83% de aprovação. Parabéns ao Lula e toda sua equipe pela eficiência de seu Governo. Sds. a todos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *