Início » Sem categoria » Confira o que a imprensa internacional disse sobre a vitória de Dilma
Mundo

Confira o que a imprensa internacional disse sobre a vitória de Dilma

Veja como os principais jornais do mundo repercutiram a vitória da petista nas eleições pela presidência

Confira o que a imprensa internacional disse sobre a vitória de Dilma
A vitória de Dilma é vista pelos jornais internacionais como reflexo da popularidade de Lula

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A vitória da candidata petista Dilma Rousseff nas eleições presidenciais repercutiu na imprensa internacional. As edições virtuais dos principais jornais do mundo deram destaque ao fato de Dilma ser a primeira mulher eleita presidente do Brasil, assim como aos principais desafios que ela terá pela frente em seu governo.

New York Times

O jornal norte-americano acredita que Dilma terá de enfrentar tarefas “monumentais” que ficaram inacabadas. São elas: “arrumar o problemático sistema educacional do país, melhorar os padrões de saúde e saneamento para milhões, e transformar o Brasil no tipo de nação desenvolvido que o país vislumbra se tornar.”

O jornal atribuiu a vitória da “sensata burocrata e ex-estudante militar” ao presidente Lula, “o mais popular presidente do Brasil desta geração”, que conseguiu transformá-la, mesmo sem experiência eletiva, em sua sucessora.

Para o New York Times, o perfil positivo do Brasil no cenário internacional pode cair com Dilma como líder, já que ela não tem o carisma de Lula e “mostrou pouca inclinação para entrar nas arenas diplomáticas globais, em que Lula construiu um nome para si e para a nação.”

Le Monde

O jornal francês atribui a vitória de Dilma nas urnas à popularidade de seu mentor, o presidente Lula, destacando a confirmação de todas as pesquisas, que indicavam a vitória da petista. O Le Monde também citou parte da trajetória de Dilma e definiu a sucessora de Lula como “desprovida de carisma, mas com reputação de ‘dama de ferro’ quando estava no governo”.

El País

O espanhol deu destaque ao contexto econômico favorável em que a primeira mulher chega ao cargo de presidente do Brasil. Ela terá “pela frente uma tarefa formidável em um dos países que melhor representa a emergência de novas potências mundiais.” O jornal também apontou Lula como elemento decisivo para a vitória nas urnas.

Clarín

No periódico argentino, Lula é apontado como a estrela da campanha de Dilma, que teve uma vitória “contundente” nas urnas. “A chegada dela à presidência não seria possível sem o empenho pessoal de Lula em sua candidatura, à qual conseguiu transferir parte de sua popularidade na forma de votos”, destaca o jornal em seu site.

As sucessivas mudanças de ‘visual’ de Dilma foram avaliadas como estratégia dos assessores da petista em atribuir-lhe mais feminilidade, a fim de atrair votos das mulheres. “A nova Rousseff, por baixo dessa imagem de elegância e jovialidade que procura transmitir, se choca com a Rousseff de sempre, que, apesar de apresentar uma cara mais amável, continua sendo uma mulher resolvida.”

The Economist

A revista inglesa afirma que “não houve surpresas” no resultado do segundo turno das eleições para presidente.  A vida política da primeira mulher a conquistar a presidência é descrita como uma trajetória “nos bastidores”. “Pouco era sabido dela ou de sua personalidade. Serra era muito mais experiente e conhecido”, diz a revista.

A Economist explica a vitória de Dilma como um reflexo da votação dos pobres e das regiões menos desenvolvidas do Nordeste. “Os mais ricos e bem-educados preferiram José Serra, mas eles são poucos no país”, diz trecho da publicação. Para a revista, os brasileiros escolheram a continuidade em detrimento da experiência.

Fontes:
Folha.com - Imprensa internacional repercute vitória de Dilma e fala em desafios do governo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

19 Opiniões

  1. guilherme pimenta rodrigues disse:

    Por mais que o candidato do tucano, tenha evidenciado a educação em suas campanha, ele causou um certo constrangimento na educação publica do estado de São Paulo. Que acarretou à queda de alunos da escolas públicas nas faculdades federais… O gorverno dele no estado foi exclusivamente para os mais favorecidos, onde talvez isso tenha diminuido suas possibilidades de ganhar essa eleição de 2010, pois a desigualdade no Brasil é tão alarmante. com isso levando a vitoria de Dilma que mesmo influenciados pelo governo do lula onde ajudou a sua consagração, e os pobres se previniram agindo assim colocando uma petista no poder com idéias semelhantes as do anterior presidente, exterminando as chances de um tucano se consagrar vitorioso e repetir o que ele fez em São Paulo acabando com a educação pública e e aos poucos isolando as chances dos mais pobres garantir seu lugar no sol.

  2. Emílio Mendonça disse:

    Este levantamento demonstra como a revista “The Econimist” tem qualidade bem inferior às demais revistas apresentadas. Considerar que “os mais ricos e bem educados” preferiram Serra é, para começar, uma afirmação que dependeria de uma análise mais acurada de dados. Isso porque não é possível mensurar a inteligência e educação com extrato de conta bancária.

    Os que dizem que o Brasil sofre com “emburrecimento eleitoral” são aqueles que gostam de dizer sem pensar, acham que para ser considerados intelectuais não é necessário reflexão, sequer estudo.

  3. jorge hidalgo disse:

    Eu, por exemplo, paulistano que utiliza transporte público – ônibus e metrô – esperava e espero mais metrô – afinal, não se fala tanto em aquecimento global? que inferno é esse de só se priorizar transporte individual -automóvel??? – Sim, o governo tucano não fez nada em termos de transporte público – uma única linha de metrô que sequer funciona todos os dias e com horário ainda limitado – não é nada, ok?

    Já vivi no Exterior – em Londres, Inglaterra, para ser preciso – e ali sim, soube o que é transporte público de qualidade, por exemplo…

    Espero que nossos políticos criem mesmo vergonha na cara e cuidem de questões práticas e que afetam os mais pobres – eu incluído.

    obrigado.

  4. solano pires disse:

    A vitória de Dilma Roussef para mim já era favas contada,porquanto eu esperava uma diferença em torno de 14 a 20 %,; Espero que mesma venha desempenhar o papel mais importante que é na realidade igualar as regiões em termos de investimentos, dando prioridade as regiões mais pobres, trazendo empresas do governo para a região e dar condições aos empresários do sul sudeste e centro oeste p/ abrirem empresas nessas regiões,oferecendo-lhes beneficios fiscais.

  5. João Cirino Gomes disse:

    enquanto que Lula, cumpriu tudo aquilo que prometeu, deu aumento justo aos aposentados, melhorou a educação, melhorou a saúde, construiu bilhões de moradias, encontrou petróleo!
    Entrou pobre no governo e saiu mais pobre ainda, sua familia toda continua tão pobre e desempregada quanto seus eleitores!
    Este sim é honesto e fala verdade!
    Não é mesmo Sr GUILHERME PIMENTA RODRIGUES?
    Quando vamos deixar de ser tão tolos?

  6. Adeg.P disse:

    Não acredito que é a Dilma quem vai governar a Nação,na verdade ela vai ser uma Marionete nas mãos dos poderosos influentes que estão ocultos por de trás do Governo.A verdade é que tanto a Dilma quanto o serra eram péssimos candidatos mas o povo infelismente sem opção teve que escolher um, se de forma justa não sabemos pois desconfiamos também das Urnas eletrônicas não acredito ser uma forma segura,muitos paises não querem aderir a urna eletrônica pq. será? Bem o que é preocupante mesmo é essa tal de PNDH3 vai ver o conteúdo desse negócio meu querido e adoçado pelo Presidente LuLa que ainda afirma ter assinado sem Ler só pode estar de Brincadeira.
    Sem falar do Vice Presidente desta Mulher Michel Temer vai ver com quem este homem tem parte que Deus nos guarde e nos livre deste mal.
    sem mais.

  7. Markut disse:

    Não se trata de se lamentar sobre o leite derramado.
    Na base da vitória de Dilma (leia-se Lula) está a massa de eleitores desavisados e anestesiados, na sua precária escolaridade, principalmente nos grotões onde se poude correlacionar a precariedade do ensino básico com a predominância do voto voltado a um mito e não a um estadista, como o país precisaria.
    A deficiênncia da educação no Estado de São Paulo, como pretende o comentario de Pimenta Rodrigues, faz parte de um cenário mais amplo, extendido a todo o país, em que o necessário apetite político e cívico para abraçar a causa não se sentiu , nem em Serra, nem em Dilma.
    O interessante estudo psicoanalítico feito sobre as falas de ambos os candidatos revela que a palavra EDUCAÇÃo teve a mesma ênfase, em ambos, isto é, míseras 28 e 23 vezes pronunciada, contra a palavra EU de sumarentas 425 e 396 vezes, respectivamente.
    E continuaremos atolados neste lamaçal do círculo maldito :maus gestores> ignorância> maus gestores,ótimo para os encarapitados no poder e trágico para a sociedade.

  8. cida enes disse:

    Como sempre a revista The Ecinomic acha que somos indios nao sabem o valor de nos pobres entre aspas do Brasil, sabemos votar sim nao sabemos mentir e nem sermos governados por principes. Deixo a minha indignaçoa a todos estes babacas que nao nos conhecem.

  9. gláucio disse:

    Agora é pensar positivo,porém tenho minhas dúvidas, quando voce ver uma politica de assistencialismo só pensando no seu ego e esquecendo os principais pontos cruciais do país, ex. saúde, segurança e outros mais fica dificil de voce acreditar nos politicos, veja bem ,o tiririca foi eleito com uma votação expressiva agora querem tira-lo dizendo que o mesmo é analfabeto? acho que analfabeto foi que permitiu sua candidatura, mais uma vez o nordestino foi enganado com um pratinho de comida, isso é nossa cultura, o Brasil é maior do que todos esses politicos de carreira que só visam seu bem estar, um canditado a deputado que gasta mais de hum milhão para ser eleito pensa muito no seu país e no seu estado (estado) dele o resto que se fd.

  10. Ivani disse:

    “Pratinho de comida” É Gláucio, pra quem nunca passou fome esse discurso fica bonito.
    O Governo Lula não deu só um prato de comida, deu muito mais que isso. Deu dignidade a muitos que não sabiam o que era arroz e feijão, e que só sabiam o que era farinha e água. Ao Pai que ao olhar para os filhos, setiam vergonha de não ter condições de comprar o basico. A duferença é que o Governo Lula, não governou para a elite e sim para a classe pobre a miserável.

  11. Genivaldo disse:

    Esperemos que ela siga com sabedoria administrar esta nação, e saiba tomar decisão certa no que vem pela frente.

  12. Nobret Santosy disse:

    O óculos do preconceito e da burrice não deixam enxergar a realidade que a Dilma, mesmo sem a região nordeste ganharia do seu adversário.
    Dilma ganhou em MG, RJ e Brasilia. Assim sem considera o NE para nenhum dos dois candidatos, a Dilma venceria da mesma forma.
    Derrotado por tres vezes o decrepito Serra, que nunca fez nada por ninguem, a nao ser pela filha, que sequer cumpriu os mandatos outorgados por um dos eleitorados mais conservadores do pais, saiu pela porta dos fundos, cheio de rancor de seus correligionarios(fhc e aecio) e encerra uma candidatura que seria nefasta para o Brasil, com a entrega de nossas riquezas aos tubaroes internacionais.
    A dor de cotovelo vai durar pelos proximos 04 anos. Enquanto isso va comendo o pratinho da comidinha amarga que a inveja proporciona.
    Viva a democracia!!

  13. Adeg.P disse:

    OLHEM O QUE ESTA MÉDICA ESCREVEU!!!! ! !! eita mulher corajosa! e ainda assinou…

    Bom dia, Luiz Inácio !
    Sabe Luiz, tal como você, também sou de origem humilde. Minha mãe lavou muita roupa e fez muito crochê para me criar. Depois, minhas irmãs cresceram e foram ser tecelãs numa indústria em Bauru …
    Estudamos em escola pública. Naquele tempo nem calçado tinha. Ganhava roupas usadas e me sentia uma rainha.
    Com muito custo estudamos, Luiz Inácio!
    Desde 5 anos eu já ajudava em casa para minhas irmãs trabalharem e minha mãe também. Com 12 anos comecei a trabalhar fora, como doméstica, depois metalúrgica, até que terminei meu colégio e ingressei numa Universidade Pública.
    Luiz Inácio, nunca fiz cursinho, nunca fui incentivada, levantava às 4 e ia dormir uma da manhã; tomava vários ônibus.

    Caminhava muito, comia pouco, vivia para os estudos e, engraçado, nunca perdi um ano, nunca perdi uma aula e, Graças a Deus, em 1983 me formei em Medicina. Me especializei, me casei e junto com meu marido luto para dar o melhor para as minhas filhas.
    Hoje sou preceptora em uma Universidade, ganho tão pouco que é uma vergonha ser médico nesse país… depois que você quis brincar de presidente, as coisas pioraram ainda mais, mas o que se há de fazer.
    Agora, vem cá: Você é pobre e não teve condição de estudar ? ? ?
    Não me engana com esse rosário… mas não mesmo…
    Sua mãe era analfabeta? Empatamos; a minha também, eu ensinei a ela conforme ia me alfabetizando até aparecer o Mobral – desculpinha esfarrapada essa sua heim???
    Eu engoli você esses 8 anos, com suas gafes, seus roubos, (e como sei de coisas… conheço o Palocci)… e sempre fiquei na minha, quieta porque é um direito seu….
    Mas, hoje, ao ligar a televisão e ver você, hipocritamente, chamar a todos os brasileiros de burros e incompetentes, lamento. Mas foi a gota d’água! …
    Não julgue os outros por você… não me compare a sua laia … Sou apolítica, mas sou brasileira e em momento algum o senhor fez por merecer todo carinho que essa gente lhe dá.
    Luiz Inácio, falar que o POVO BRASILEIRO NÃO TEVE INTELIGÊNCIA SUFICIENTE PARA DECIDIR A ELEIÇÃO, creia, foi a pior frase que você
    poderia ter dito…
    Posso até concordar que 48% não teve inteligência porque vive na ignorância, na mesma que você julga que o povo brasileiro tem.

    Eu só espero que essa sua frase, dita num sorriso de quem já tinha bebido todas… ecoe de Norte ao Sul do País e acorde esse povo que como eu lutou muito para chegar onde está… que como eu, não agüenta mais pagar impostos para o senhor e sua corja gastarem com sabe-se lá o que.

    Foi mal Luiz Inácio… muito mal mesmo!

    Uma brasileira.

    DRA. MARISE VALÉRIA SANTOS-CRM 77.577-SP

    ” O que me preocupa não é o grito dos sem ética, dos sem caráter, dos
    corruptos, dos sem vergonha. O que me preocupa é o silêncio dos bons”.

  14. gláucio disse:

    Ivani voce é de outra esfera vive no sul não tem o menor conhecimento do nordeste para teu conhecimento e de todos os Brasileiros o Lula não é Pernambucano como todos pensam é filho de uma riograndense que por força maior mandou para meu Pernambuco, tiro o chapeu para ele pois foi inteligente para dá continuidade ao plano que já estava elaborado de fhc pergunto a voce como está o filho dele? será que está com um pratinho sou nordestino e tenho orgulho de ser só não compactuo com imbécilidades e falta de conhecimento vem sentir como os sem conhecimentos de causa vivem fazer filho no nordeste é ganhar o bolsa familia trabalhar pra quer? o bom é não estudar sabe porque? o Lula nasceu lider mais uma vez tiro o chapéu para ele ok?

  15. Paulo-PI disse:

    Vitória única e exclusiva do comunismo da nova era. O Bolivarianismo. Azar o nosso!

  16. Paulo Fernando disse:

    A vitória da Dilma, deixa deixa claro que nem FHC, Aécio, nada fizeram para ajudar o Serra, até porque nemhum dos dois não tiveram condição de transferir votos, aliás o Aécio é muito estranho, o que ele já fez com o Alckim, tambem fez o mesmo com o Serra. Agora o partido, tem que repensar e fazer oposição, mas, aprovar os projetos que forem bom para o Brasil no governo Dilma.

  17. CARLOS ALBERTO PEREIRA DE SOUSA disse:

    Concordo literalmente com a Dra. Marise Valéria, sou professor, e passei por tudo que você passou, minha mãe tambem é analfabeta, me formei no maior do sacrificio, trabalhando durante o dia e a noite ia para o colégio, justamente esse presidente Lula é muito folgado, ele acha que toda população brasileira é burra, só porque foi eleito duas vezes, ele tem que ver que a maioria da população brasileira é pobre e analfabeta, e vive de favores de políticos demagôgos do tipo dele. ele é um cara irônico,se prevalece do poder para gozar da cara dos brasleiros, mas esses mesmos brasileiros poderão dar o troco, bolsa familia não é emprego não, um dia isso vai acabar.

  18. Amadeu Pereira dos Santos disse:

    Essas opiniões de que a Dilma não tinha experiência política porque nunca havia ocupado os cargos de vereador, de prefeito, de deputado, etc.,não me parecem corretas.Acho que a experiência de Dilma está no fato de ela ter sido ministra em vários setores ao lado do melhor professor. Ela aprendeu a fazer vendo como é que se faz na prática. O tipo de ensino que a gente gostaria que acontecesse em todas as escolas do Brasil.

  19. Helio (rio de janeiro) disse:

    O que se escreve nem sempre é o que se pensa. Nos organismos internacionais não se publica, mas o que fala e não se publica é que Lula é menos.
    Sobretudo famoso em 3 momentos: a oferta de asilo político a Sakineh(o crime não é político; Em Cuba diante da morte de um preso político dizer que se todo criminoso fizesse greve de fome as cadeias ficariam vazias; se referir às eleições no Irã, consideradas uma fraude, como “isso é papo de oposição”.
    A corrupção e crimes eleitorais de campanha ficaram mais evidentes no exterior e nos organismos internacionais do que entre o povo brasileiro.
    Ele começou bem com seus discursos sobre a fome e sobre a inclusão dos emergentes. Porém logo depois pisou na bola.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *