Início » Sem categoria » Conheça Marco Rubio, o ‘novo Obama’
Eleições nos EUA

Conheça Marco Rubio, o ‘novo Obama’

Veículos de comunicação dos EUA não se cansam de comparar sua trajetória à de Barack Obama

Conheça Marco Rubio, o ‘novo Obama’
Republicano Marco Rubio foi eleito senador dos EUA pela Flórida (Fonte: AP)

Em poucos meses, um jovem político de origem estrangeira passou de completo desconhecido a estrela emergente do partido com sua eleição para o Senado dos EUA.

Mas o político em questão, Marco Rubio, de 38 anos, não tem origem africana, e sim latina, e seu partido não é o Democrata, e sim o Republicano.

Apoio do Tea Party

Rubio acaba de ser eleito senador dos EUA pelo Estado da Flórida, e os veículos de comunicação norte-americanos não se cansam de comparar sua trajetória à de Barack Obama.

Filho de cubanos, ele é contra o aborto e qualquer tipo de anistia a imigrantes ilegais, e nestas eleições recebeu o apoio do movimento Tea Party, composto pelos políticos mais conservadores do Partido Republicano.

Leia mais:

Democratas têm perda recorde na Câmara

Obama busca parceria com republicanos

Obama perde Câmara e mantém Senado

Fontes:
BBC - Filho de cubanos se elege ao Senado dos EUA e é comparado a Obama

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. frambell disse:

    A manchete, conheça Marco Rubio o “novo Obama”, pode não ser, apenas, uma simples referência ao sucesso de um político que, como Obama, não é norte-americano puro, de olhos azuis. É de se duvidar, também, que calce sapatos 48 e se ache o mais belo, inteligente e, sobretudo, superior. Iimpossível de ser igualado. Tanto, que qualquer orígem fora da etnia americana é considerada por eles inferior.
    Surgido e ungido pelas pajelanças dos republicanos, mr. Rubio, apesar da sua origem latina deverá ser o torpedo que destruirá as possibilidades de reeleição de Barac Obama, afro-americano. Que embora tenha tido a eleição festejada pela grande maioria e de ter encontrado uma economia confusa a ponto de produzir uma crise internacional seríssima, cujas consequências, ainda, estão muito vivas, não só no povo americano, mas, também em seus parceiros estrangeiros, Obama não está tendo a mesma compreensão que tivera W. Bush. Apesar da sua rejeição por grande parte na nação, Bush foi tolerado, mesmo fazendo besteiras no atacado. Certamente, nascido em solo norte-americano, não é aconselhável que Mr. Rubio não se iluda com uma aparente segurança como candidato preferido a presidente da república. Não sabemos, exatamente, por qual motivo um país que, sempre foi tido como mestre em discriminar estrangeiros e mestiços, independentemente do grau, de repente, começa a possibilitar aos seus dicriminados galguarem o maias alto posto político da nação. Arependimento, não pode ser.
    Frambell Carvalho

  2. firmino teodoro da silva disse:

    PODE TIRAR O CAVALHINHO DA CHUVA !!!! VENEZUELA CUBA BOLIVIA EQUADOR, TEM DE PLANTAR PARA COLHER OS FRUTOS DO TIO SAM. LÁ NÃO É MARIA VAI COM AS OUTRAS NÃO. QUER VIVER BEM ENTÃO TRABALHE. LÁ O BOLSA FAMILIA É DISTRIBUIDO PARA TODOS,NÃO É MESMO NOVA PRESIDENTAAAAAA.BOLSA FAMILIA, QUE FICA ETERNAMENTE, SÓ AQUI.CERTO ESTAVA FHC, BOLSA ESCOLA, O CANDIDATO TERIA QUE APRENDER PARA NÃO DEPENDER;COM O PT É ASSIM TEM QUE DEPENDER, POIS NÓIS, DEPENDEMOS DO SEU VOTO E DE CABRESTO.O NOVO JEITO DE CORONELISMO, O PT.

  3. Markut disse:

    Creio que tanto o sucesso eleitoral de Obama (afro descendente) como o de Rubio (de origem latina) têm a ver com um fenômeno social, na medida em que os paises mais industrializados tendem a procurar mão de obra mais barata.
    A Europa ,que participou do comércio negreiro, como fornecedora de mão de obra africana, não a utilizou no seu próprio território, pois dispunha de mão de obra local,ignorante, servil e barata.
    Do lado de cá do Atlântico, o panorama não foi o mesmo e os descendentes afros e latinos, como tambem os asiáticos, se tornaram o equivalente, até o momento em que o inevitavel avanço cultural, torna-os mais conscientes, nas suas reivindicações sociais
    O calcanhar de Aquiles , a necessidade de mão de obra barata, está criando problemas, de ambos os lados do Atlântico.
    Do lado europeu, a preocupante invasão muçulmana.
    Do lado americano, um constante e sutil amorenamento de rostos e escurecimento de olhos, pelo que o conservadorismo babaca dos brancos, loiros de olhos azuis está se ressentindo.

  4. JORGE TERRA NACER disse:

    NÃO MUDA NADA, TUDO O MESMO!

  5. Peter Pablo Delfim disse:

    A trajetória de Marco Rubio em nada sugere qualquer semelhança temporal com Barack Obama. De forma identica a mão de obra barata nada tem em comum com o desemprego tanto nos Estados Unidos como em qualquer parte do mundo com clara excessão da China. Os indices de desemprego escondem uma grande contradição. O desemprego é praticamente inexistente nos setores onde o trabalho é mais penoso e motivo de escarnio por parte da sociedade além de oferecer os mais baixos salários. É um fenomeno mundial. O crescimento político de Marco Rubio se apoia na proteção do status quo dos individuos que compõem a Nação, prova disso, é o apoio moderado que detem do chamado Tea Party. Este apoio, como a eleição de Obama, sinalizam para os metodos de preservação embutidos nos atos da restauração que realmente a sociedade americana quer e necessita sob o ponto de vista econômico, moral e etnico.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *