Início » Sem categoria » Cristina Kirchner é indiciada por promotor que substituiu Nisman
Caso AMIA

Cristina Kirchner é indiciada por promotor que substituiu Nisman

Presidente argentina é acusada de encobrir o envolvimento de iranianos no atentado a um centro judeu que deixou 85 mortos e 300 feridos, em 1994

Cristina Kirchner é indiciada por promotor que substituiu Nisman
Cristina Kirchner é alvo de denúncia envolvendo a participação de iranianos no atentado contra centro judaico em Buenos Aires (Reprodução/Internet)

O novo promotor responsável pela investigação do atentado contra a Associação Mutual Judaica em Buenos Aires, Gerardo Pollicita, indiciou formalmente a presidente argentina, Cristina Kirchner, nesta sexta-feira, 13.

A presidente é acusada de encobrir o envolvimento de iranianos no atentado de 1994 que deixou 85 mortos e 300 feridos no centro judaico. Também foram acusados o ministro das Relações Exteriores, Héctor Timerman, o militante Luis D’Elia e o deputado Andrés Larroque.

Kirchner, de 61 anos, poderá ser intimada a depor presencialmente ou por escrito se o juiz que conduz o caso, Daniel Rafecas, assim decidir.

Pollicita substituiu o promotor Alberto Nisman, que investigava o caso. Ele foi encontrado morto em seu apartamento na véspera de seu testemunho no Congresso sobre as denúncias feitas contra o governo Kirchner.

Fontes:
G1- Novo promotor abre acusação contra Cristina Kirchner, diz jornal

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Hugo Leonardo Filho disse:

    Sexta-feira (13). Ou Viernes como dizem “los hermanos”. Esse promotor é “mui” corajoso, eu deixaria essa honra para o procurador-geral. Não vale a pena “morir” pela lama dos sapatos de Cristina.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *