Início » Sem categoria » Cuba prende 30 em protesto contra morte de Zapata
Dissidentes

Cuba prende 30 em protesto contra morte de Zapata

Cuba prende 30 em protesto contra morte de Zapata
A polícia cubana prendeu cerca de 30 mães e esposas de dissidentes políticos (Fonte: AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A polícia cubana prendeu, nesta quarta-feira, 17, cerca de 30 mães e esposas de dissidentes políticos que participavam de uma manifestação em Havana. Chamado de ‘Damas de Branco’, o grupo exige a libertação de cerca de 53 críticos do governo que estão presos desde 2003.

Reyna Luisa Tamayo, mãe de Orlando Zapata Tamayo, o primeiro ativista que morreu em decorrência de uma greve de fome, participava da manifestação. Ela definiu a morte de seu filho como “homicídio premeditado”.

Em Madrid, o ganhador do Oscar, o cineasta espanhol Pedro Almodóvar, assinou uma petição solicitando a libertação imediata de todos os prisioneiros políticos em Cuba. Personalidades, incluindo o escritor peruano Mario Vargas Llosa, estão entre as cerca de 5 mil pessoas que já assinaram.

Leia mais:

Fidel elogia silêncio de Lula

Agrava-se a repressão em Cuba no enterro de Zapata

Fontes:
Breitbart - Cuba cracks down, detains 30 in Havana protest

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *