Início » Sem categoria » Egito bloqueia Twitter para conter ‘efeito dominó’
Mundo árabe

Egito bloqueia Twitter para conter ‘efeito dominó’

Povo pede a saída do presidente Hosni Mubarak, que está há 30 anos no poder

Egito bloqueia Twitter para conter ‘efeito dominó’
Protestos durante a madrugada desta quarta-feira na capital Cairo (Fonte: Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O governo do Egito, acossado pelas ruas, bloqueou o site de microblogging Twitter a fim de conter as manifestações em massa do povo, que pede a saída do presidente Hosni Mubarak.

Mubarak está há 30 anos no poder. O povo egípcio encorajou-se a sair às ruas após a onda de protestos na Tunísia que culminaram na fuga do presidente Ben Ali, e desde a terça-feira, 25, os protestos só fazem se avolumar nas ruas do Cairo e de Alexandria.

‘A Tunísia é a solução’

“Fora Mubarak!” e “A Tunísia é a solução!” têm sido as palavras de ordem dos manifestantes. Mais de 90 mil pessoas declararam no Facebook que estão dispostas a sair às ruas do Egito para derrubar Mubarak.

Mais de 40% dos 80 milhões de habitantes do Egito vivem com menos de US$ 2 por dia.

Leia mais:

Depois da Tunísia, Egito é tomado por protestos

Tunísia solta presos do regime de Ben Ali

Qual será o legado da revolução tunisiana?

Fontes:
G1 - Manifestantes e policiais se enfrentam pelo segundo dia seguido no Egito
Folha de S.Paulo - Twitter é bloqueado no Egito após protestos contra presidente

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *