Início » Sem categoria » Emitida ordem de prisão contra fundador do WikiLeaks
Estupro

Emitida ordem de prisão contra fundador do WikiLeaks

Julian Assange foi acusado de estupro, abuso sexual e coação

Emitida ordem de prisão contra fundador do WikiLeaks
Julian Assange nega as acusações (Fonte: AFP)

Um tribunal sueco determinou que o fundador do site WikiLeaks, o australiano Julian Assange, seja detido sob as acusações de estupro, abuso sexual e coação, e promotores do país disseram que vão emitir uma ordem internacional de prisão contra ele.

O WikiLeaks ganhou notoriedade divulgando na internet documentos secretos sobre as guerras do Iraque e do Afeganistão, e vem sofrendo grande pressão do governo dos EUA para que não faça novas revelações.

Assange: ‘Homem do ano’?

Os supostos crimes sexuais foram denunciados por duas mulheres e teriam ocorrido no dia 14 agosto na capital da Suécia, Estocolmo. Naquela data, Assange participou de um seminário na cidade.

O fundador do WikiLeaks, entretanto, nega as acusações, dizendo que elas fazem parte de uma campanha de difamação do WikiLeaks. Especula-se que Assange está cotado para ser o “homem do ano” da revista Times.

Leia mais:

WikiLeaks revela novos números sobre mortes no Iraque

Fontes:
clicRBS - Ordem de prisão para fundador do WikiLeaks

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Jah Boulany disse:

    Conforme relatado no Slate Magazine (internet), a tal da “mulher estuprada” (uma só) DISSE EM JUIZO QUE CONSENTIU EM FAZER SEXO SEM PROTEÇÃO (CAMISINHA) com o Julian Assange… Depois, vem e diz que foi ESTUPRADA?!?!?!? Hello…!!! Como dizia meu Santo Bussunda: FALA SÉRIO!!!!!!!!

  2. Augusto R.C. D'Oliveira disse:

    Eu duvido que Julian Assange estrupou as duas mulheres.

  3. Carlos U. Pozzobon disse:

    O Wikileaks é uma organização que tem muito chão pela frente, especialmente para divulgar informações de governos e ajudar o mundo a ser mais transparente e honesto. Evidentemente nenhum governo aplaude essa atitude, mas os governados agradecem penhoradamente. E, como não poderia deixar de ser, já começaram a campanha de difamação contra seus membros. Mas fiquem sossegados. O Wikileaks usa protocolos baseados em proxyes espalhados pela internet de forma a preservar o anonimato de quem pretende se comunicar e por isso, dificilmente será extinto. Assange pode ser preso, mas a ideia jamais será extirpada. Portanto, tiranos tremei!!!

  4. Pedro Tavares disse:

    Basta calçar a mão de alguém para lançar dúvidas sobre a imagem de Julian Assange, é o que pensou quem o criou esses supostos crimes sexuais. Não por acaso, a Suécia é famosa por suas prostitutas loiras. Basta que o acusado tenha dormido com elas e as mesmas tenham guardado algum semem dele e digitais para converter uma orgia em um “estupro”. Não duvido mesmo que o alto escalão do governo sueco esteja envolvido nisso junto com o principal prejudicado pelas revelações do Wikileaks, os Estados Unidos da América do Norte.

    A criação de Julian Assange, que não é o Wikileaks, mas o método como ele obtém as noticias vai dar muita dor de cabeça a quem governa como um titiriteiro(manipulador de marionetes). Coisa que o grande irmão do norte sabe fazer muito bem. USA, tremei!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *