Início » Sem categoria » Empresa envia 80 fuzis pelos Correios de MG para RJ
Imbel

Empresa envia 80 fuzis pelos Correios de MG para RJ

O Secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, pediu nesta terça-feira a abertura de licitações internacionais para pôr fim ao atual monopólio da Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel), responsável pelo fornecimento de armas em território nacional.

A decisão de contestar a exclusividade da Imbel, empresa subordinada ao Ministério da Defesa, foi conseqüência do envio de 80 fuzis pelos Correios, sem escolta policial ou qualquer outra medida de segurança. A encomenda foi remetida por Sedex, em 16 caixas com cinco armas cada, de Itajubá (MG) para o Rio.

Segundo Beltrame, a Imbel desrespeitou o contrato firmado como Estado que limita a cinco o envio de fuzis pelos Correios. Segundo ela, o contrato atual só não será suspenso porque o Bope necessita com urgência do material. O Exército informou por meio de nota que não há irregularidade no envio de armas, já que “os Correios têm capacidade ténica e profissional para a realização desse serviço especializado”.

Em nossa opinião, no mínimo, foge a qualquer lógica uma empresa entregar carga de tão alta periculosidade e objeto de desejo do crime organizado, terceirizando as precauções com a segurança para os Correios. Até porque, segundo dados da própria ECT, os carteiros sofrem um assalto a cada dois meses.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *