Início » Sem categoria » EUA buscam solução para gastos com presos
Justiça Criminal:

EUA buscam solução para gastos com presos

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um projeto de lei prevê que detentos ricos paguem pelo tempo que ficarem nas prisões do estado de Nova Iorque. A proposta foi feita pelo congressista republicano Jim Tedisco, que defende a adoção desse projeto em todo o país. O estado de Nova Iorque gasta anualmente mais de US$ 25 mil com cada preso. O custo total é de mais de US$ 1 bilhão por ano. Caso a lei seja aprovada, pessoas com renda igual ou superior a US$ 40 mil terão que pagar parte ou todo o custo de sua estadia na prisão, dependendo do tamanho do seu patrimônio.

O projeto de lei foi apelidado de “Madoff”, após a condenação a 150 anos de prisão do financista de Wall Street acusado de causar prejuízos de até US$ 50 bilhões a investidores com sua “corrente da felicidade”.

Ironicamente, caso seja aprovada, a lei não será aplicada ao homem que a inspirou. Bernard Madoff está em uma prisão federal.

Na verdade, há poucos ricos nas prisões norte-americanas. Estima-se que 80% dos condenados nos EUA tenham rendas abaixo da linha da pobreza.

Fontes:
Criminal justice: Room service not included

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Apolonio Prestes disse:

    Parece razoável os presos pagarem pela sua estadia. Ouvi dizer que na China quando alguém é executado cobram da família o preço da bala utilizada.

  2. WELLER MARCOS disse:

    Quando trabalhamos com a estatística conseguimos ter uma visão mais detalhada das nossas análises. Esta matéria traz uma informação com dados interessantes que faço questão de reproduzir neste meu comentário: “Na verdade, há poucos ricos nas prisões norte-americanas. Estima-se que 80% dos condenados nos EUA tenham rendas abaixo da linha da pobreza.” E o que leva um país tão rico ter tantos pobres; miseráveis vivendo na marginalidade, e/ou encarcerados nas prisões? Talvez, careçam os 80% de presos oriundos do lixo norte americano, que sempre tiveram renda abaixo da linha de pobreza, de medidas e projetos governamentais – como a bolsa família, o auxílio desemprego e outros – oferecidas aqui no Brasil, sob protestos dos ricos, aos nossos carentes.

  3. Dorival Silva disse:

    Weller,os Estados Unidos têm seguro desemprego sim, há muito mais tempo que nós. Já essa mesada para as pessoas ficarem em casa sem trabalhar, essa só existe no Brasil.

  4. lontra disse:

    Weller, ricos são os que se enriqueceram com o dinheiro do povo lá em Brasília. A bolsa Hermés que D.Dilma, que é nossa assalariada, compra com o cartão de crédito dá para pagar 700 bolsas família. Já imaginou quantas dariam com os honorários advocatícios dos que cairam no mensalão? Da família Sarney? Os EUA tem muita coisa ruim que não deveríamos copiar, mas a igualdade social lá é impressionante. Puderam, você diria, porque são muito mais ricos que nós. Não, igualdade é fruto de uma cultura que valoriza o trabalho. É assim na India, na China, na Coréia. O empregado público, ganha o seu salário sem as loucas mordomias daqui. É com saudade que lembro de um ministro que disse que não poderia ficar muito tempo no governo porque precisava ganhar mais para sustentar sua extensa família. Salário dá para se viver com conforto, mas não resulta em patrimonio, que só os membros deste governo acumularam infinitamente. A desculpa deste governo é sempre a mesma: Sempre foi assim. E nós que pensávamos que esta frase imoral não seria dita pelos que tanto nos orgulharam por sua oposição irrestrita. Na briga desesperada para não largar a carniça, Brasília se esqueceu de nós.

  5. lontra disse:

    Após constatada a fortuna dos encarcerados, tipo Beira-Mar, Daniel Dantas, ou os membros da família Sarney etc, estes deveriam arcar com as suas despesas carcerárias. Aposto que a idéia de que o crime não compensa aí ficaria mais do que clara. As prisões americanas abrigam os mais pobres como aqui. Só que lá eles tem um percentual enorme de migrantes, chegados já na condição de ilegais. No Brasil, a migração é interna, o que mostra a grande desigualdade que se origina de nossa injustiça social. Nas camadas sociais mais desassistidas e desestruturadas é onde o crime mais acontece, aqui em Cuba, na China, ou no Uruguai. Porisso acho que os crimes cometidos em Brasília deveriam anexar a pena um agravante. Foram cometidos por quem está no poder, pelos que ditam as leis e que ganham dos impostos pagos também pelos nossos miseráveis. Falar mal dos outros é fácil. Tem sido difícil o governo admitir um erro, ou um erro da base aliada.

  6. Jose Luiz disse:

    Os EUA são um vexame em termos de direitos sociais. Quarenta milhões de norte americanos não tem direito a saude nem seguridade. Pior que o SUS.
    Estes gastos de prisão são pura hipocrisia. Só quem vai preso nos EUA e no Brasil é pobre. Nos Eua a prisão é privada, vergonha que querem fazer no Brasil também. Só pobre, negro e hispanico vão preso. NOs EUA são 800.000 negros presos. É a maior população carcerária do mundo, pior que a China.
    Tudo bobagem. Tudo mentira.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *