Início » Sem categoria » Europeus preferem a direita para lidar com a crise
Ocaso socialista

Europeus preferem a direita para lidar com a crise

Europeus preferem a direita para lidar com a crise
Merkel não governará mais com socialistas (Fonte: Veja)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Tendência ficou clara nas duas eleições realizadas na semana passada em países do “velho continente”.

A reeleição de Angela Merkel, na Alemanha, e o fracasso do Partido Socialista de Portugal para formar maioria no Parlamento mostram que os europeus não confiam nas propostas da esquerda para recuperar a economia do continente.

Angela Merkel foi reeleita e, de quebra, o povo alemão rechaçou o Partido Social-Democrata nas urnas. Com esse resultado, a chanceler não precisará dos socialistas no governo, como aconteceu no seu primeiro mandato. Recebendo esse duplo voto de confiança, Merkel promete avançar com políticas mais liberais.

Os partidos de direita vêm sendo bem sucedidos em suas políticas de combate à crise, e a esquerda tampouco apresenta propostas convincentes. Na França, Sarkozy já chegou a agradecer a “ajuda” do PS, que está mergulhado em lutas internas. Além disso, a ascensão dos partidos verdes vêm afetando os socialistas eleitoralmente.

Fontes:
Revista Veja - Em caso de crise...

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Agnela Maia disse:

    Quem é que confia no socialismo? e em time q tá ganhando não se mexe. O mundo inteiro passou pela crise, mas já está se reestabelecendo, sem que, pra isso, precise mudar de ideologia. Com a Europa não seria diferente

  2. Sérgio disse:

    O Socialismo é passado. É incabível qualquer governo ou administração que tenha essa ideologia atualmente.

    Se querem inovar, está na hora de encontrar algo novo e melhor que o capitalismo.
    É para o bem da humanidade!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *