Início » Sem categoria » Fracassou o Socialismo Bolivariano
Economia

Fracassou o Socialismo Bolivariano

Por Carlos Pio

Fracassou o Socialismo Bolivariano
Hugo Chávez

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nos países capitalistas os preços são livres. Ninguém precisa de autorização para ir ao mercado comprar o que quer, na quantidade que quiser – e é livre para comparar preços, barganhar, comprar ou não; mas os produtores e comerciantes também são livres para produzir, contratar e estabelecer os preços dos bens. Quanto mais arraigada (nos hábitos e nas regras que regem as escolhas das pessoas) for a liberdade de consumidores e produtores, maiores as chances de que aumente o bem-estar geral. É uma regra de ouro.

Os leitores já pararam para pensar que nos países capitalistas, normalmente, não faltam produtos, não se formam filas quilométricas e as forças armadas não precisam ser convocadas para “conter a especulação” ou “garantir o acesso da população aos bens de primeira necessidade”? Que não há crise de abastecimento no capitalismo – e tampouco crise de fome? Por que será, então, que ao por em prática o decreto que desvaloriza o câmbio nominal em mais de 100% e cria taxas diferentes entre produtos considerados “de importação prioritária” e “supérfluos” o Coronel Hugo Chávez optou por convocar as Forças Armadas para garantir o abastecimento?

A resposta é simples: a Venezuela não é mais um país capitalista (e nem democrático, diga-se de passagem!). Lá o governo estatiza empresas e bancos; intromete-se nos contratos privados; cerceia o direito de organização dos trabalhadores; adota política econômica irresponsável, que exagera gastos e reduz impostos, para obter comprar votos dos pobres e enriquecer os amigos; fixa preços; fixa o câmbio; oferece ajuda externa acima das capacidades do país; deixa o crime crescer e a infra-estrutura piorar; politiza a cartilha escolar; persegue adversários; fecha canais de televisão e rádio. E as notícias das últimas semanas atestam que Chávez quer aprofundar essas escolhas.

Alguém investiria o próprio dinheiro num país desses? Sem investimento privado, caem a oferta e a produtividade (eficiência), aumentam os preços (inflação) e caem as exportações, aumenta o desemprego e formam-se gargalos na economia. Não há prosperidade no final desse túnel.

Inflação e desvalorização cambial são, a rigor, a mesma coisa: medidas da perda de valor real da moeda. Inflação é a corrosão desse valor pela elevação dos preços domésticos. Produtos e serviços mais caros significam maior custo de vida e maiores custos de produção. É a queda do poder de compra da moeda. E é apenas natural que essaqueda seja acompanhada pela correspondente queda de seu poder de compra no exterior – em relação a bens, mas também às próprias moedas estrangeiras.

Por um lado, a desvalorização da moeda era inevitável e desejável. Apesar dos ganhos com exportações de petróleo, o país não conseguiria conviver por muito mais tempo com o crescimento das importações – as reservas de moeda estrangeira desapareceriam. No curto prazo o efeito da desvalorização é positivo: as importações ficam mais caras (em bolívares) e devem cair; os produtos locais ficam mais baratos (em dólares) e devem crescer. No entanto, com o tempo esse efeito da desvalorização vai se perder. Importações essenciais – por exemplo, alimentos – também ficarão mais caras e seus preços tendem a se difundir pela economia, provocando mais inflação no futuro. E inflação provoca depreciação do câmbio, o que requer mais desvalorizações (e mais inflação…). Para ser efetiva e sustentável, a desvalorização precisa ser acompanhada de políticas capazes de fazer a economia crescer sem inflação.

A saída correta seria aumentar as liberdades de todos: preços livres, câmbio livre, importação livre, garantias à propriedade privada, desregulação da economia – sem falar nas garantias à vida e à participação política. Só assim cada venezuelano receberia bons incentivos para investir e produzir mais e, agindo assim, elevaria a eficiência e a competitividade da economia. Mas Chávez é contra.

Há alguma chance do decreto restaurar as bases de uma economia sólida e próspera?

Infelizmente, não. Em breve constataremos mais inflação, mercado paralelo, contrabando, e sonegação fiscal. Essa crescente desorganização da economia provocará mais descontentamento social e intensificação de manifestações políticas contra Chávez. Isso porque nenhum governo é capaz de substituir o mercado, estabelecendo preços relativos consistentes para um amplo conjunto de produtos e serviços, sem ameaçar a continuidade da densa cadeia produtiva que é a economia. Foi porque os governos tentaram fazer isso nos países do Leste que o socialismo fracassou. E vai fracassar na Venezuela.

Leia mais aqui

Fontes:
Instituto Millenium - Fracassou o Socialismo Bolivariano

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

15 Opiniões

  1. Otacio de Andrade disse:

    Este delíro direitista não tem limites. Logo esqueceram que há pouco quem estava na maior crise eram os países mais captalistas, como Estados Unidos e outros. Quanto ao Governo Cahaves, pergunte primeiro às pessoas do povo, a maioria, como estão se sentindo hoje. Ademais, qualquer leitor sabe que, em política ou em guerra, nem sempre um recúo significa uma derrocada.

  2. GEROLDO ZANON disse:

    CHAVEZ vai incendiar a VENEZUELA

  3. GEROLDO ZANON disse:

    Sr OTACIO DE ANDRADE VC esta defendendo o REGIME COMUNISTA DO CHAVEZ sugiro que o Sr se mude para VENEZUELA

  4. Markut disse:

    Todo o arrazoado do Carlos Pio é o óbvio ululante.
    O que indigna e preocupa é, nas nossas barbas, surgir uma figura como a desse Chavez, que, evidentemente mancomunado com forças interessadas, conseguiu botar de joelhos toda uma nação, pretendendo impingir um “socialismo bolivariano” que, tenho certeza,se lastreia na própria esperteza e na ignorância de quem não tem a menor idéia do que , historicamente, significou a figura do Bolivar.
    Aos desavisados como o nosso colega comentarista,Otávio de Andrade, sugiro a leitura do “República de Aire” de Rafael Rojas, por sinal , um escritor cubano.
    É de se perguntar ainda se, por acaso,o próprio Chavez sabe o que está dizendo, mesmo quando ele gasta 7 ou mais horas discursando.
    Já não basta um boquirroto botocudo, que temos entre nós?
    Olha o perigo rondando as nossas fronteiras e os barbudinhos do Itamaraty, dentro das nossas fronteiras!

  5. Hallison Liberato disse:

    Alguém tinha dúvida de que isso aconteceria?

  6. Pedro Brita disse:

    Seria muito bom caso os problemas relatados nesta matéria se restringissem somente aos aspectos financeiros ou de abastecimento de gêneros. Mas não é somente isso que ocorre ao se instalar uma ideologia macabra como a comunista, ou socialista, palavra mais soft, mas igualmente letal, na verdade a outra lamina da mesma faca; ou ainda, o outro bolso da mesma calça, a outra face da mesma moeda, etc.
    O texto dessa matéria até certo ponto chega a ser um poema a liberdade. Mas onde está a liberdade no regime comunista? O articulista é um iludido? Enxerga o tenente-coronel-ditador que lidera essa nação como algum tolo? Entende que está ocorrendo algo fora do seu controle? Acha mesmo que o aparente caos lá instalado é espontâneo? Caro articulista você não o conhece! Não há nada de espetacular nos atuais acontecimentos é só esperar para ver.
    A desestabilização faz parte da estratégia de qualquer ditador que quer instalar a ditadura do proletariado. O banho de sangue é parte integrante da filosofia comunista. Leia Marx, e veja as conseqüências a partir do Lênin, Stalin, Mao e toda a turma comunista. Veja o que ocorreu nos países onde essa ideologia se instalou; primeiro a desestabilização, para justificar a ditadura, a ordem, posteriormente os assassinatos pontuais, para liquidar os oponentes, e finalmente os campos de concentração e os assassinatos em massa, para impor o silêncio e apagar da memória popular o que você justamente diz ser bom; um regime democrático. Tudo isso já ocorreu e faz parte da história recente.
    A coisa propositalmente vai indo de mal a pior até que o ditador encontra o contexto aguardado, no qual pode justificar os seus atos premeditados. A armação é igual aos dos cenários da Disney onde repentinamente o trem descarrila e o vagão começa a pegar fogo, a água invade a estação, parece um verdadeiro caos. Mas tudo está sob controle. Em segurança. Os governos comunistas foram e sempre serão governos de fratricidas. Está no cerne da sua doutrina.
    Dizer que o socialismo fracassou na pátria do tenente-coronel-ditador é desconhecer, ou fingir desconhecer, o Foro de São Paulo, as suas lideranças neste continente, os seus propósitos, os seus objetivos. É só acessar na internet “Foro de São Paulo” e você verá aparecer textos e vídeos com todos os elementos de que necessita. Você verá “O Cara” que liderou esse movimento desde o seu inicio, com as bençãos de Fidel Castro, e durante 12 anos, até dias antes de tomar posse como presidente. Você verá “O Cara” junto com lideres dos narcoterroristas da FARC, junto a outros grupos terroristas e coisas assim. Você verá “O Cara” fazendo parte desse movimento que desestabiliza governos na América Latina com a finalidade única de possibilitar a implantação do comunismo nos moldes do que foi o império soviético.
    Para conhecer melhor as conseqüências de um regime desses, comunista, caso tenha dificuldade em encontrar literatura, sugiro permanecer na internet e pesquisar, por exemplo: “A historia do socialismo soviético e o nazismo”, “La Historia Sangriente Del Comunismo”, ou ainda, “The Soviet Story”, dentre outros tantos que existem; da para conhecer muito bem quem são e como agem esses anjos que só querem o bem da humanidade.
    Leia os textos do Prof. Olavo de Carvalho, a começar por este que se encontra no endereço eletrônico http://www.olavodecarvalho.org/english/other/091022interview_en.html.
    Você entenderá até o porquê de certas coisas acontecerem no Brasil e ver com que cara de pau as explicações são apresentadas para a população, que como você, na melhor das hipóteses, desconhece as entidades que controlam esses anjos.
    Nunca antes na história da humanidade existiu tão grande facilidade de acesso as informações. Aproveite agora, porque isto não será por muito tempo mais.
    Fracassou o Socialismo Bolivariano! Espere e verás!

  7. LUIZ ANTONIO VIEIRA BARBI disse:

    ALGUEM SE LEMBRA DO SARNEY PRESIDENTE EM 1985?? POIS HAVIAM BOAS SEMELHANÇAS COM CHAVEZ…PORÉM, O BRASIL CORRIGIU A TEMPO, E, BEM CORRIGIDO, AS IMENSAS IGNORANCIAS PASSADAS…QUEM RECLAMA DO BRASIL DE HOJE TEM NO MÁXIMO 40 ANOS DE IDADE…O QUE DÓI NESTA CRISE BOLIVARIANA, TADINHO DO POVO VENEZUELANO, É O LULA TER 64 ANOS DE IDADE, TER VIVIDO TANTAS DIFICULDADES PASSADAS E, AINDA TER CORAGEM DE APOIAR O CHAVEZ!!!

  8. Dorly Neto disse:

    Este delíro direitista não tem limites. Logo esqueceram que há pouco quem estava na maior crise eram os países mais captalistas, como Estados Unidos e outros. Quanto ao Governo Cahaves, pergunte primeiro às pessoas do povo, a maioria, como estão se sentindo hoje. Ademais, qualquer leitor sabe que, em política ou em guerra, nem sempre um recúo significa uma derrocada.

    —————-

    Otácio, assino embaixo!

  9. Tutty Gualberto disse:

    Chavez é um coronel. O que um coronel sabe de administração? Principalmente de um país inteiro. Ele é uma aberração bolivariana!

  10. wonder disse:

    Estou com a maior parte dos opinantes. A Venezuela é um verdadeiro caos. Tenho uma pessoa da família que esta trabalhando lá.
    Aquilo é uma panela de pressão, que vai explodir parfece q já não há dúvidas. A propósito, em Ciência Política, não se discute mais direita ou esquerda, mas eficiência e ineficiência, atraso ou modernidade administrativa.
    Socialismo e comunismo são apenas figuras de retórica dos velhos sonhadores.

  11. francisco rocha disse:

    viva a liberdade!!!!!toda

  12. Marluizo Pires Cruz disse:

    Não tão livres assim.Pois nesses países as comunicações funcionam mais ou menos bem para eles determinarem as regras dos jogos,que eles irão jogar. Mas felizmente o povo depois das crises deve está se conscientizando para as necessidades naturais do ser humano.Tendo em vista que através da consciência o ser humano se liberta.

  13. silva disse:

    A venezuela está de portas abertas para o senhor. OTACIO DE ANDRADE

  14. FLORIVALDO MEIRA DOS SANTOS disse:

    O Coronoel Hugo Chaves esta afundando a Venezuela, quer perpetuar no poder, e ainda vem dar palpite na eleição Brasileira, dizendo que a direita não pode ganhar a eleição no país, por ai voce ve que este cidadão não sabe o que é direita e nem esquerda, se no país dele o que ele está fazendo é ato de esquerda, o importante que o Governante esteja em sintonia com a sua população praticando atos de responsabilidade quando estiver Governando, este é o amigão do Lula, o Morales, etc.

  15. Almanakut Brasil disse:

    O fracasso da Nova República – 02/09/2015

    FHC: sistema político fracassou.Somos todos responsáveis.

    Hora de reconhecer erros e confessar enganos. Bater no peito, Penitenciar-se.

    http://www.infonet.com.br/blogs/claudionunes/ler.asp?id=176928

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *