Início » Guerra de Canudos
História

Guerra de Canudos

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Guerra de Canudos durou de novembro de 1896 até o dia 5 de outubro de 1897, no arrail de Canudos, uma comunidade fundada por Antônio Conselheiro no sertão baiano em 1893.

O nordeste vivia um período de crise econômica, secas, miséria e abandono político. A presença de latifúndios improdutivos e o desemprego generalizado eram características daquela época em Canudos. A população acreditava que um milagre os salvaria daquela situação precária.

A príncipio, os sertanejos não constestavam a recém-instaurada República brasileira. Eram apenas manifestações sem expressão contra o aumento de impostos. Aos poucos, Antônio Conselheiro reuniu e mobilizou a população da região, fundando a comunidade de Canudos. Conselheiro acreditava ter sido enviado por Deus para acabar com as diferenças sociais e com os pecados republicanos, como o casamento civil e a cobrança de impostos. Assim como o beato, os habitantes da aldeia também o consideravam um messias e lhe atribuíam milagres.

A partir de então, os ideiais do beato se espalharam pelo sertão. A imprensa, o clero e os latifundiários da região acusavam Antonio Conselheiro e seus fiéis de monarquistas, manipulando a opinião pública em prol da guerra. Devido às proporções que o movimento adquiriu,o governo baiano precisou pedir ajuda do Estado para conter a revolta dos habitantes de Canudos contra o regime republicano. O Exército teve dificuldades para conter a comunidade de Canudos, sendo derrotado nas primeiras batalhas. O desempenho das tropas brasileiras apavorou o país e serviu de justificativa ao masssacre . A Guerra de Canudos foi um dos confrontos mais violentos da época, nem crianças e idosos foram poupados.

O episódio foi narrado por Euclídes da Cunha em seu livro Os Sertões e pelo escritor peruano Mario Vargas Llosa, em A Guerra do Fim do Mundo. Mais tarde, ganhou uma versão para o cinema no filme Guerra de Canudos de Sérgio Rezende.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. clara disse:

    Está otimo

  2. GLANDA disse:

    ESTA ÓTIMO!

  3. Wandersson disse:

    Obrigado. Está excelente e me ajudou bastante.

  4. Ester lopes ribeiro rocha disse:

    esta otimo

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *