Início » Sem categoria » Hackers atacam site da Mastercard
Ciberataque

Hackers atacam site da Mastercard

Outros ataques foram direcionados ao site de promotoria sueca e ao do advogado responsável pelas acusações contra Julian Assange

Hackers atacam site da Mastercard
A agressão seria uma retaliação por a Mastercard ter bloqueado as doações para o site (Fonte: RL)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Hackers deixaram o site da Mastercard fora do ar na manhã desta quarta-feira, 8. A agressão seria uma retaliação por a empresa de cartão de crédito ter bloqueado as doações para o WikiLeaks, segundo a imprensa britânica.

Outros ciberataques foram direcionados ao site de promotoria sueca e ao do advogado responsável pelas acusações de crimes sexuais supostamente cometidos por Julian Assange, fundador do WikiLeaks.

O site da promotoria ficou fora do ar durante parte de terça-feira e quarta-feira. ‘É claro, é fácil pensar que há uma ligação com o WikiLeaks, mas não podemos confirmar isso’, disse Fredrik Berg, editor do site da promotoria, à Reuters Television.

Apesar de a promotoria não saber de onde partiu o ataque, há suspeitas de que o site Operation Payback tenha praticado os ciberataques. O site, que diz lutar pela liberdade na Internet, declarou no Twitter ter como alvo os sites da promotoria e da MasterCard. O grupo chamado “Anonymous” também havia ameaçado bloquear o WikiLeaks.

Leia mais:

Justiça britânica nega fiança a Assange

Quem odeia mais Julian Assange?

Fontes:
G1 / Globo.com - Hackers atacaram site da MasterCard, diz imprensa britânica

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Manfred K. Richter disse:

    Guerra Cibernética.

    E achavam que a 3a Grande Guerra seria nuclear.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *