Início » Sem categoria » Integrantes do MST são acusados de assassinato
Crime

Integrantes do MST são acusados de assassinato

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra mataram quatro homens em Pernambuco. O MST diz que os assassinatos foram cometidos em legítima defesa, mas a polícia concluiu, com base nas marcas dos tiros e no depoimento de duas testemunhas oculares, que "as vítimas foram executadas".

As mortes aconteceram depois de uma discussão com um grupo de sem-terra e cinco homens contratados para evitar a invasão da fazenda Jabuticaba, no agreste pernambucano. Dos seguranças, apenas João Arnaldo da Silva era profissional. Rafael Erasmo da Silvae Wagner Luís da Silva trabalhavam como mototaxistas em São Joaquim do Monte, a 137 quilômetros do Recife. José Wedson da Silva e Donizete Souza eram agricultores.

O delegado Luciano Francisco Soares diz que a polícia prendeu em flagrante e indiciou por homicídio qualificado Aluciano Ferreira dos Santos, líder do MST na região, e Paulo Alves, participante do grupo. Eles são acusados de perseguir e matar Wagner e Wedson. Os dois sem-terra apontados como assassinos de João e Rafael estão foragidos.

Fontes:
Veja - Eles invadem e também matam

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. heloisa disse:

    O MST é um movimento que caminha para trás. Os trabalhadores rurais não são muitos no Brasil. A maioria ds desempregados que procuram o MST para sobreviverem, não tem prática rural, e não recebem a maior parte da verba que alimenta os seus dirigentes e seu movimento. Arregimentar pessoas desligadas do desejo real de trabalhar na terra, as desestrutura e as expõe ao crime.

  2. Evandro Correia disse:

    O MST é claramente um movimento criminoso. É um absurdo que o governo dê dinheiro a eles.

  3. luiz disse:

    O MST está cumprindo com o seu papel de ser mais um instrumento para a instalação do comunismo no Brasil. Como todos sabem o comunismo é um sistema genocida desde a sua origem. Dizer que o MST matou em legítima defesa é uma afronta a nossa inteligência. Quem invadiu a terra foi o MST, portanto são os agressores e os assassinos. Alimentar essa gente com o dinheiro do contribuinte é revoltante. Por falar em contribuinte, já fizeram o Imposto de Renda? O MST está precisando.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *