Início » Sem categoria » Ministro da Justiça quer restringir cobertura sobre grampos
Censura

Ministro da Justiça quer restringir cobertura sobre grampos

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ministro da Justiça, Tarso Genro, enviou ao Congresso um projeto de lei que, sob a justificativa de combater escutas clandestinas, pune com quatro anos de prisão quem divulgar o conteúdo de grampos — ou seja, a imprensa.

A medida foi tomada após a divulgação de grampos no Supremo Tribunal Federal por parte da Agência Brasileira de Inteligência, uma repartição da Presidência da República.

A medida foi criticada pelo presidente da Associação Nacional dos Editores de Revistas, Jairo Mendes Leal. "Os projetos apresentados pelo Poder Executivo são mais uma tentativa de obstaculizar o exercício jornalístico e a liberdade de imprensa e devem ser repudiados por toda a sociedade", disse Leal.

Fontes:
Veja - O MINISTRO DA MORDAÇA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    Mais uma medida de inspiração totalitaria de nosso aprendiz de Stalin.

  2. Gibran Shalom disse:

    Parece que a humanidade não se deu conta ainda de que há um terrível virus espalhado no tempo e no espaço, e que de sua latência pode surgir a temida virulência que tem uma atração fatal por uma das maiores liberdade do homem, qual seja: a liberdade de imprensa. Foi e é a imprensa brasileira, que de tempos em tempos, lava a cara suja de vergonha da Mãe Gentil, mostrando a corja do "nada a declarar", do "sou inocente", do "é perseguição política", do "foro privilegiado"…E nesse imenso Samba do Crioulo Doido, começam a encenar novos passos de uma dança que já foi da morte…começam emordaçando a imprensa (as mordaças são sempre branças para que sintamos a falsa impressão de que elas são por amor à Paz!), depois nos amordaçam, e pouco importa que as mordaças sejam vermelhas…de sangue nossos que bravejam por liberdade!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *