Início » Brasil » Política » MPE quer impugnar PSD por duplicidade de assinaturas
Novo partido

MPE quer impugnar PSD por duplicidade de assinaturas

Advogados do partido informaram que vão contestar pedido do ministério

MPE quer impugnar PSD por duplicidade de assinaturas
Advogados do PSD irão contestar o pedido (Reprodução/Internet)

O Ministério Público Eleitoral (MPE) encaminhou à Justiça nesta terça feira, 9, um pedido de impugnação contra o PSD — partido criado por Gilberto Kassab — com base em uma possível duplicidade de assinaturas nas listas de apoio à criação da sigla.

O PSD, juntamente com seus advogados, contestará o pedido. O partido alega que os questionamentos do procurador colocaram em dúvida o trabalho dos cartórios eleitorais, e não a conduta da militância que ajuda nas coletas dos nomes — primeiro passa para pedir o registro definitivo da sigla no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“É duvidar da fé pública de uma serventia da Justiça Eleitoral”,  disse o advogado do PSD, Admar Gonzaga. Segundo ele, o pedido de impugnação precisaria ter “bases sólidas”. O advogado também considera que a etapa de conferência dos nomes foi superada com a certificação cartorial.

Enquanto isso, no Ceará,  o PSD começa a se organizar com o apoio dos irmãos Gomes. A nova sigla “já nasce aliada” ao PSB e servirá de abrigo para os prefeitos e deputados tucanos que se realinharam depois das eleições do ano passado. O governador Cid Gomes (PSB) liberou seu chefe de gabinete para coordenar todos os trâmites da criação do partido. Enquanto isso, o ex-deputado Ciro Gomes (PSB) recebeu a tarefa de evitar uma divisão dentro do partido e organizar a única candidatura para a prefeitura de Fortaleza em 2012. Ambos negam qualquer intenção de mudar de partido.

No fim de maio, essa articulação foi combinada em São Paulo em um jantar entre Kassab e Cid Gomes. De acordo Almircy Pinto, chefe de gabinete do Palácio da Abolição e futuro presidente da comissão provisória do PSD-CE, o número mínimo de assinaturas de apoio à criação do partido já foi conseguido.

Fontes:
O Globo - MPE pede impugnação de PSD por diplicidade de assinaturas para a criação do partido

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. frambell disse:

    QUANDO O MICO É PREVISÍVEL
    Tanto um partido político, quanto um político de um partido podem ludibriar a nação. Seja por participação ativa ou passiva do partido, ou do político, em dois casos clássicos de falta de ética. Quando a imagem de ambos é vendida antes do primeiro ato de corrupção, isto é, quando ambos são desconhecidos do eleitor. E quando, mesmo desconhecidos são escolhidos pelo eleitor que gosta de se aventurar e ao ignorar a ficha do candidato vota em quem não conhece. Entretanto, se há candidatos e eleitores que não podem alegar inocência são os do PSD. Ambos não se enquadram no conceito de primariedade de culpa por desconhecimento.
    Tendo de um lado o governador Cid Gomes, há algum tempo acusado de alugar um avião com recursos públicos para uma viagem aos Estados Unidos com a família, inclusive a sogra, pago com dinheiro do contribuinte. Do outro lado, como sucesso mais recente, egresso do DEM, o prefeito Cassab, com sua administração tumultuada e pouco voltada ao interesse público. E no centro do furacão, a confusa recriação do PSD, para a qual foram nomeados mortos, desaparecidos e ainda não nascidos como co-fundadores. Logo, não podem passar batidos políticos que nem o direito de alegar bons antecedentes tem. Da mesma forma eleitor, que não tem o direito de alegar desconhecimento aos referidos políticos, tendo de encarar o duplo mico de ser ignorante e péssimo de voto.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *