Início » Sem categoria » O primeiro furacão de 2010 no Atlântico
Alex

O primeiro furacão de 2010 no Atlântico

A previsão é que entre oito e 14 furacões atinjam o Atlântico neste ano

O primeiro furacão de 2010 no Atlântico
Satélite mostra imagem do furacão Alex (Fonte: AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A tempestade tropical Alex ganhou força e se transformou em furacão nesta terça-feira, 29. O primeiro furacão do ano sobre o oceano Atlântico está sobre as águas do Golfo do México, onde a BP ainda luta para fechar o vazamento de petróleo em sua plataforma.

Com os ventos chegando a 120km/h, a tempestade se tornou furacão após deixar pelo menos 12 mortos na América Central. Segundo o Centro Nacional de Furacões, nos EUA, o centro de Alex chegará no México e no Texas na noite desta quarta-feira, 30.

Portos fechados

As equipes que trabalham para limpar o petróleo que vaza da plataforma da BP suspenderam parte das operações devido às ondas de até quatro metros de altura e às fortes chuvas.

A gigante estatal mexicana de petróleo Pemex mantém fechados desde domingo, 27, os portos de Dos Bocas e Cayo Arcas no Golfo do México, por onde passam cerca de 80% das exportações de petróleo do país. A previsão é que entre oito e 14 furacões atinjam o Atlântico em 2010.

Leia mais:

Furacões podem piorar situação no Golfo do México

Temporada de furacões começa em 1° de junho

Fontes:
O Globo - Alex se torna furacão no Golfo do México
Diário Digital - Furacão Alex dificulta limpeza no Golfo do México

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Helio (Rio de Janeiro) disse:

    Se lá o pós-sal dá problema, imagine o pré-sal aqui. Os royalties são distribuidos anos antes de uma exploração que provavelmente estará obsoleta quando chegar o tempo. Soluções limpas estão sendo pesadamente estudadas no primeiro mundo e já dão o tom do futuro. Por aqui praticamos a política do passado e a oposição não pode desmascarar a mentira sobre esse governo sob pena de não se eleger. Só a alternância do poder nos salvará da tempestade. no futuro.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *